Braga, quarta-feira

Covid-19: Pandemia já matou 1,16 milhões de pessoas no mundo - AFP

Internacional

27 Outubro 2020

Lusa

A pandemia do SARS-CoV-2 já matou pelo menos 1.160.768 pessoas em todo o mundo desde que a doença foi identificada no final de dezembro, segundo os dados recolhidos hoje pela agência de notícias AFP de fontes oficiais terça-feira às 12:00.

Mais de 43.516.870 casos de infeção pelo novo coronavírus foram oficialmente diagnosticados desde o início da epidemia, dos quais pelo menos 29.437.300 pessoas já foram consideradas curadas.
 

O número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do número real de infeções. Alguns países testam apenas os casos graves, outros priorizam o teste para rastreamento e muitos países pobres têm capacidade limitada de teste.
 

Na segunda-feira, 5.273 novas mortes e 428.884 novos casos foram registados em todo o mundo.
 

Os países que registaram o maior número de novas mortes em seus relatórios mais recentes são a Índia com 488 novas mortes, os Estados Unidos (464) e a Argentina (405).
 

Os Estados Unidos são o país mais afetado em termos de mortes e casos, com 225.739 mortes de 8.704.968 casos, de acordo com os dados da Universidade Johns Hopkins. Pelo menos 3.460.455 pessoas já foram declaradas curadas no país.
 

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Brasil, com 157.397 mortes e 5.409.854 casos, a Índia com 119.502 mortes (7.946.429 casos), o México com 89.171 mortes (895.326 casos) e o Reino Unido Unido com 44.998 mortes (894.690 casos).
 

Entre os países mais atingidos, o Peru tem o maior número de mortes em relação à sua população, com 104 mortes por 100.000 habitantes, seguido pela Bélgica (93), Espanha (75), Bolívia (74).
 

A China (excluindo os territórios de Hong Kong e Macau) contabilizou oficialmente um total de 85.826 casos (16 novos entre segunda-feira e hoje), incluindo 4.634 mortes e 80.928 recuperações.
 

Às 12:00, hora de Lisboa, a região da América Latina e o Caribe totalizava hoje 393.258 mortes para 10.992.419 casos, a Europa 264.878 mortes (9.113.729 casos), os Estados Unidos e Canadá 235.702 mortes (8.922.836 casos), a Ásia 167.080 mortes (10.264.812 casos), o Médio Oriente 57.306 mortes (2.459.812 casos), a África 41.528 mortes (1.729.101 casos) e a Oceania 1.016 mortes (34.165 casos).
 

Esta avaliação foi realizada com base em dados recolhidos pelos escritórios da AFP junto das autoridades nacionais competentes e informações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho