Braga, quarta-feira

Covid-19: Portugal com 1.410 mortos e 32.500 infetados

Nacional

31 Maio 2020

Redação

Portugal regista hoje 1.410 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no sábado, e 32.500 infetados, mais 297, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde.

Portugal regista hoje 1.410 mortes relacionadas com a covid-19, mais 14 do que no sábado, e 32.500 infetados, mais 297, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde.

Em comparação com os dados de sábado, em que se registavam 1.396 mortos, hoje constatou-se um aumento de óbitos de 1%.

Relativamente ao número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus (32.500), os dados da Direção-Geral da Saúde (DGS) revelam que há mais 297 casos do que no sábado, o que representa um aumento de 0,9% em relação ao dia anterior.

A região Norte continua a ser a que regista o maior número de mortos (784), seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo (357), do Centro (238), do Algarve e dos Açores (ambos com 15) e do Alentejo, que regista um óbito, adianta o relatório da situação epidemiológica, com dados atualizados até às 24:00 de sábado, mantendo-se a Região Autónoma da Madeira sem registo de óbitos.

Segundo os dados da Direção-Geral da Saúde, 717 vítimas mortais são mulheres e 693 são homens.

Das mortes registadas, 948 tinham mais de 80 anos, 274 tinham entre os 70 e os 79 anos, 125 tinham entre os 60 e 69 anos, 45 entre 50 e 59, 15 entre os 40 e os 49. Subiu para dois os mortos entre os 20 e os 29 anos. Há ainda um outro óbito na faixa etária entre os 30 e os 39 anos.

A caracterização clínica dos casos confirmados indica que 474 doentes estão internados em hospitais, menos 40 do que na sexta-feira, e 64 estão em Unidades de Cuidados Intensivos, mais um do que no dia anterior.

A recuperar em casa estão 11.207 pessoas.

Os dados da DGS precisam que o concelho de Lisboa é o que regista o maior número de casos de infeção pelo novo coronavírus (2.400), seguido por Vila Nova de Gaia (1.568), Porto (1.357), Matosinhos (1.280), Braga (1.225) e Gondomar (1.083).

Desde o dia 01 de janeiro, registaram-se 325.026 casos suspeitos, dos quais 2.016 aguardam resultado dos testes.

Há 290.510 casos em que o resultado dos testes foi negativo, refere a DGS, adiantando que o número de doentes recuperados subiu para 19.409 (mais 220 do que no sábado).

A região Norte continua a registar o maior número de infeções, totalizando 16.760, seguida pela região de Lisboa e Vale do Tejo, com 11.142, da região Centro, com 3.744, do Algarve (370) e do Alentejo (259).

Os Açores registam 135 casos de covid-19 e a Madeira contabiliza 90 casos confirmados, de acordo com o boletim hoje divulgado.

A DGS regista também 27.924 contactos em vigilância pelas autoridades de saúde.

Do total de infetados, 18.644 são mulheres e 13.856 são homens.

A faixa etária mais afetada pela doença é a dos 40 aos 49 anos (5.459), seguida da faixa dos 50 aos 59 anos (5.365) e das pessoas com idades entre os 30 e 39 anos (4.918).

Há ainda 4.545 doentes acima dos 80 anos, 4.296 entre os 20 e os 29 anos, 3.546 entre os 60 e 69 anos e 2.600 com idades entre 70 e 79 anos.

A DGS regista igualmente 673 casos de crianças até aos nove anos e 1.101 jovens com idades entre os 10 e os 19 anos.

De acordo com a DGS, 40% dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas tosse, 29% febre, 21% dores musculares, 20% cefaleia, 15% fraqueza generalizada e 11% dificuldade respiratória.

Esta informação refere-se a 91% dos casos confirmados.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 364 mil mortos e infetou mais de 5,9 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 2,4 milhões de doentes foram considerados curados.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho