Braga, segunda-feira

Covid-19: Póvoa de Lanhoso termina rastreio em lares e IPSS com um infetado

Regional

27 Abril 2020

Redação

A Câmara da Póvoa de Lanhoso anunciou hoje a conclusão do rastreio nos lares e em Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) deste concelho do distrito de Braga, registando um caso positivo para a covid-19.

A Câmara da Póvoa de Lanhoso anunciou hoje a conclusão do rastreio nos lares e em Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) deste concelho do distrito de Braga, registando um caso positivo para a covid-19.

“Foram mais de 800 os utentes e funcionários que testaram a presença da covid-19, num complexo processo que decorreu nas últimas três semanas. Felizmente, apenas um utente acusou positivo, estando já recuperado. Esta despistagem precoce permitiu evitar o contágio neste lar, protegendo todos os idosos e funcionários”, afirma o presidente da câmara, Avelino Silva, citado num comunicado emitido hoje pelo município.

A autarquia, que assumiu o rastreio, recebeu no domingo os últimos resultados.

“Para o sucesso dos resultados, apenas um utente positivo, muito contribuiu o trabalho realizado aquando da tomada de consciência da existência da pandemia. A distribuição que fizemos de equipamento de proteção individual, a higienização dos espaços e a responsabilidade dos trabalhadores e dirigentes dos lares foi determinante para evitar a entrada do vírus nas suas instituições”, vinca o autarca.

O comunicado diz que “este foi um esforço financeiro da autarquia plenamente justificado, um trabalho que envolveu todas as IPSS da Póvoa de Lanhoso, três laboratórios, o centro de testes do ACES [Agrupamento do Centro de Saúde] e o serviço de Saúde Pública”.

Desta forma, acrescenta, “foi possível unir esforços e distribuir parcialmente os testes pelos laboratórios” e pelo Serviço Nacional de Saúde.

“Em nome da autarquia, deixo uma palavra de gratidão a todos que construtivamente ajudaram neste processo. Agora é muito importante continuar a vigilância e despistagem, em caso de necessidade, nestes equipamentos sociais”, sublinha Avelino Silva, nas declarações citadas no comunicado.

Portugal contabiliza 928 mortos associados à covid-19 em 24.027 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

O país cumpre o terceiro período de 15 dias de estado de emergência, iniciado em 19 de março, e o Governo já anunciou a proibição de deslocações entre concelhos no fim de semana prolongado de 01 a 03 de maio.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho