Braga, sexta-feira

Covid-19: Rússia ultrapassou um milhão de casos confirmados

Internacional

01 Setembro 2020

Lusa

A Rússia ultrapassou hoje um milhão de casos confirmados de covid-19, tendo sido registadas 4.729 novas infeções, informaram as autoridades de saúde do país.

Com um total de 1.000.048 casos relatados, a Rússia tem o quarto maior número de casos do mundo, depois dos EUA, Brasil e Índia.
 

Especialistas dizem que o verdadeiro número de vítimas da pandemia é muito maior do que todos os números relatados, devido aos testes limitados, casos perdidos e ocultação de casos por alguns governos, entre outros fatores.
 

No mês passado, o Presidente Vladimir Putin anunciou que uma primeira vacina "bastante eficaz" havia sido desenvolvida na Rússia, mas o anúncio foi visto com ceticismo no resto do mundo, pois a fase final dos testes ainda não havia começado.
 

Putin disse que a vacina foi registada na Rússia pelo Centro de Pesquisa em Epidemiologia e Microbiologia Nikolai Gamaleïa, em Moscovo, em parceria com o Ministério da Defesa russo.
 

Os investigadores ocidentais lançaram, no entanto, dúvidas sobre o anúncio, tendo alguns argumentado que uma vacina desenvolvida à pressa pode ser perigosa.
 

Na semana passada, as autoridades anunciaram o início de testes avançados da vacina a 40.000 pessoas.
 

Ainda não está claro se a vacinação de grupos de risco - como médicos e professores - anunciada no início deste ano fará parte dos testes ou será realizada em paralelo.
 

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 847.071 mortos e infetou mais de 25,2 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.
 

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho