Braga, terça-feira

Covid-19: Sete infetados em centro de dia em Caminha

Regional

15 Novembro 2020

Lusa

Três utentes, uma delas internada, do centro de dia de Vilarelho, no concelho de Caminha, viram hoje confirmada a infeção por SARS-CoV-2, depois de quatro funcionárias terem testado positivo à covid-19, disse à Lusa a diretora.

Contactada pela agência Lusa, a diretora técnica do centro de dia de Vilarelho, Débora Silva disse que os resultados dos testes realizados aos 22 utentes da estrutura foram hoje conhecidos, sendo que "as três utentes infetadas, além de frequentarem o centro de dia, têm apoio do serviço no domicilio".
 

"A utente que está internada não tem retaguarda familiar. Das outras duas, uma tem a família no estrangeiro, a outra também tem família, mas ambas vão continuar a ser apoiadas pelo serviço domiciliário porque estão em casa sozinhas, em isolamento", referiu a responsável.
 

No total, a instituição tem 18 funcionárias, sendo que três trabalham no centro de dia e 15 prestam apoio domiciliário, o caso das quatro infetadas.
 

Na terça-feira, "as 11 funcionárias ao serviço vão ser todas testadas", aguardando-se a marcação, pelas autoridades de saúde, do rastreio aos 45 utentes do serviço domiciliário.
 

O centro de dia está encerrado desde quarta-feira, e "só reabrirá quando a autoridade de saúde autorizar".
 

Questionada pela Lusa, Débora Silva admitiu que a instituição precisa de reforço de pessoal, mas disse não ter pedido o apoio das brigadas de intervenção rápida.
 

"Não pedimos porque sabemos que não a vamos ter Temos mesmo aqui ao lado o lar dos Mareantes que estão aflitos. Não têm pessoal para trabalhar e sabemos que em primeiro lugar estão eles. Vamos tentando fazer da forma que podemos, com as funcionárias que temos. Não estamos a fazer folgas para podermos assegurar o apoio domiciliário. Se a situação piorar terão de ser as famílias", referiu.
 

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.313.471 mortos resultantes de mais de 54 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.
 

Em Portugal, morreram 3.381 pessoas dos 217.301 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.
 

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.
 

O país está em estado de emergência desde 09 de novembro e até 23 de novembro, período durante o qual há recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado e municípios vizinhos. A medida abrange 114 concelhos, número que passa a 191 a partir de segunda-feira.
 

Durante a semana, o recolher obrigatório tem de ser respeitado entre as 23:00 e as 05:00, enquanto nos fins de semana a circulação está limitada entre as 13:00 de sábado e as 05:00 de domingo e entre as 13:00 de domingo e as 05:00 de segunda-feira.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho