Braga, terça-feira

Covid-19: Teste do presidente do PSD deu negativo e Rio mantém agenda

Nacional

05 Outubro 2020

Redação

O teste de diagnóstico de infeção com o novo coronavírus realizado hoje pelo presidente do PSD, Rui Rio, deu negativo, disse à agência Lusa fonte oficial do partido.

O teste de diagnóstico de infeção com o novo coronavírus realizado hoje pelo presidente do PSD, Rui Rio, deu negativo, disse à agência Lusa fonte oficial do partido.

“Acabo de saber que o teste à COVID-19 que fiz hoje de manhã, por causa da recente reunião do Conselho de Estado, deu resultado negativo”, comunicou entretanto Rui Rio numa mensagem colocada no Twitter.

O líder social-democrata manterá a agenda que tinha prevista para hoje: a apresentação, pelas 16:00, no Porto do "Programa Estratégico dos Fundos Europeus para a Década".

A apresentação será feita pelo presidente do PSD e pelo presidente do Conselho Estratégico Nacional (CEN), o economista Joaquim Miranda Sarmento.

Hoje de madrugada, fonte oficial da Presidência da República já tinha informado que os testes realizados no domingo pelo chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, pelo presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e pelo primeiro-ministro, António Costa, também deram negativo, bem como os de outros cinco conselheiros de Estado: os antigos presidentes da República Jorge Sampaio e Aníbal Cavaco Silva, Francisco Pinto Balsemão, Leonor Beleza e Francisco Louçã.

Estes testes foram realizados após a Presidência da República ter sido informada no domingo de que o conselheiro de Estado António Lobo Xavier está infetado com o vírus que provoca a covid-19.

O Conselho de Estado reuniu-se na terça-feira, no Palácio da Cidadela, em Cascais, entre as 14:00 e as 18:00, tendo como convidada a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen (que, entretanto, também testou negativo, mas vai manter-se em isolamento até terça-feira).

Esta foi a primeira reunião presencial do órgão político de consulta do Presidente da República em período de pandemia de covid-19, depois de duas reuniões por videoconferência.

O chefe de Estado escolheu o Palácio da Cidadela, em Cascais, precisamente para "assegurar o devido distanciamento físico", de acordo com uma nota da Presidência da República.

Dos 19 membros do Conselho de Estado, apenas o ensaísta Eduardo Lourenço, de 97 anos, não participou nesse encontro, a que três conselheiros - Carlos César, Vasco Cordeiro e António Damásio - se juntaram por videoconferência, enquanto os restantes compareceram presencialmente.

O Conselho de Estado é composto pelos titulares dos cargos de presidente da Assembleia da República, primeiro-ministro, presidente do Tribunal Constitucional, Provedor de Justiça, presidentes dos governos regionais e pelos antigos Presidentes da República.

Integra, ainda, cinco cidadãos designados pelo chefe de Estado, que são António Lobo Xavier, Eduardo Lourenço, Luís Marques Mendes, Leonor Beleza, António Damásio, e cinco eleitos pela Assembleia da República: Carlos César, Francisco Pinto Balsemão, Francisco Louçã, Rui Rio e Domingos Abrantes.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e trinta mil mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 2.005 em Portugal.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho