Braga, segunda-feira

Covid-19: Unidade de rastreio de Guimarães duplica capacidade para 400 testes

Regional

03 Novembro 2020

Redação

O centro de rastreio à covid-19 instalado no Multiusos de Guimarães vai duplicar a sua capacidade, passando a poder realizar 400 testes diários, anunciou hoje o município.

O centro de rastreio à covid-19 instalado no Multiusos de Guimarães vai duplicar a sua capacidade, passando a poder realizar 400 testes diários, anunciou hoje o município.

O anúncio foi feito no final de uma reunião da Comissão Municipal da Proteção Civil, em que foi decidido lançar uma “forte” campanha de sensibilização para “tornar cada vimaranense num agente de saúde pública”.

“É fundamental o apelo à identidade e orgulho vimaranense. Queremos sair deste conjunto de concelhos de risco e para tal devemos passar uma mensagem que cada um de nós é um agente de saúde pública. Temos de fazer esse apelo na vertente pedagógica, através de uma campanha fortíssima de sensibilização, assente nas recomendações de usar máscara, lavar as mãos e cumprir distanciamento social”, apontou o presidente da Câmara.

Domingos Bragança considera importante cortar as cadeias de contágio, através da “responsabilidade coletiva”, da “pedagogia” e do sentimento de “todos sermos agentes de saúde pública”.

Na reunião, foi manifestada a “pressão” sobre o Hospital de Guimarães e as respostas de saúde pública, com o aumento do número de casos de doentes covid-19.

Entretanto, esta semana vão para o terreno mais três equipas multidisciplinares de suporte comunitário com uma intervenção direta na comunidade, em complemento com as equipas multidisciplinares que já estão a dar resposta nos agrupamentos escolares.

Em Guimarães, estão a decorrer ainda os testes de rastreio a todos os funcionários de lares de idosos, em articulação com a Segurança Social, assim como a resposta em instituições que se verificaram surtos através das Brigadas de Emergência.

Houve ainda um aumento da capacidade de camas na Estrutura de Retaguarda Municipal que proporciona o tratamento de pessoas em situação de confinamento ou com necessidade de isolamento profilático, bem como o acolhimento de doentes sem retaguarda familiar.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,2 milhões de mortos e mais de 46,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.635 pessoas dos 149.443 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho