Braga, terça-feira

Covid-19: Viana do Castelo disponibiliza conteúdos para fazer sentir festas dAgonia

Regional

16 Junho 2020

Redação

A comissão de festas da Senhora d'Agonia vai disponibilizar nas ruas de Viana do Castelo conteúdos com os principais números da romaria, que este ano não se realiza devido à covid-19, para que possam ser sentidos pela população.

A comissão de festas da Senhora d'Agonia vai disponibilizar nas ruas de Viana do Castelo conteúdos com os principais números da romaria, que este ano não se realiza devido à covid-19, para que “possam ser sentidos” pela população.

"Mais do que em qualquer outro momento em perto de três séculos de história, a festa deste ano é para ser sentida. Sentir as Festas d'Agonia vai ser a principal mensagem que queremos transmitir. Será vivida com o mesmo sentimento, devoção e dedicação, mas à distância", afirmou presidente da comissão de festas da Senhora d'Agonia, António Cruz, num comunicado hoje enviado às redações.

A capital do Alto Minho não vai festejar nas ruas, pela primeira vez em 248 anos, os números emblemáticos da Romaria d'Agonia devido às restrições impostas pela pandemia de covid-19.

Os "’QR Code’ (códigos de barras de última geração com informação que pode ser lida por 'smartphones'), com conteúdos multimédia e uma plataforma digital, serão colocados nos pontos principais da festa, permitindo visualizar no telemóvel os quadros emblemáticos que, habitualmente, se realizam nos locais onde forem instalados os códigos e que ficarão disponíveis numa página de Internet que será criada para o efeito".

"Apesar de ser uma festa única, para sentir à distância, vamos ter ‘QR Code’ nos sítios e pontos emblemáticos, para permitir a quem por lá passa descarregar os conteúdos multimédia sobre o mesmo, como o cortejo ou a preparação dos tapetes de floridos", especificou António Cruz.

As Festas d'Agonia, marcadas de 19 a 23 de agosto, "vão ser sentidas em formato digital, através de um sítio oficial na Internet, nas redes sociais, mas também através da rádio e da televisão, além de exposições em ruas emblemáticas da cidade com fotografias dos diferentes icónicos quadros da festa".

Os ‘QR Code', para descarregar os conteúdos multimédia, serão colocados na Praça da República, para recriar a tradicional revista de gigantones e cabeçudos, no Passeio das Mordomas, um dos pontos de passagem do Desfile da Mordomia.

Os tapetes floridos, a procissão ao mar e a procissão solene poderão ser revisitados através da aplicação para dispositivos móveis a instalar no Largo de São Domingos, e na Avenida dos Combatentes da Grande Guerra haverá conteúdos do cortejo histórico etnográfico e o desfile ‘Vamos para o Festival' que todos os anos percorre a principal artéria da cidade.

Cada "um dos principais quadros das festas será assinalado através de um vídeo divulgado numa plataforma ‘online' que será criada para assinalar a edição 2020, apesar de acontecer sem a presença física das muitas centenas de milhares de festeiros que se deslocam a Viana do Castelo nos dias da festa".

"Será uma festa diferente, mas também por isso ainda mais emotiva, por ser vivida desta vez apenas à distância. As preocupações com a saúde pública, numa festa que envolve a concentração de tantas pessoas, não podia ser colocada em segundo plano, tendo em conta o momento que todos vivemos", referiu António Cruz.

O dia 20 de agosto, dedicado a Nossa Senhora d'Agonia, padroeira dos homens do mar, será celebrado presencialmente, na igreja que lhe está dedicada no Campo d'Agonia, mas com limitações determinadas pelas autoridades de saúde e pela Confederação Episcopal Portuguesa relativamente às celebrações litúrgicas.

Em ano de pandemia provocada pelo novo coronavírus, o cartaz e a programação digital da festa serão apresentados publicamente, em Viana do Castelo, a 10 de julho.

O cartaz da romaria voltou, este ano, a ser selecionado em concurso público, que decorreu entre 03 de março e 29 de maio, tendo recebido propostas de 16 candidatos, num total de 21 propostas.

"É natural e compreensível que a fase que todos vivemos em março, abril e maio, quando decorreu o concurso, tenha condicionado este processo. Mesmo assim, termos este volume de candidatos, de todo o país, permite-nos prever que o cartaz vencedor voltará a ser marcado pela qualidade", acrescentou António Cruz.

A devoção à Senhora d'Agonia iniciou-se em 1751, com a entrada da imagem na Capela do Bom Jesus. Em 1783 a Sagrada Congregação dos Ritos concedeu faculdade e licença para todos os anos se celebrar nesta capela, no dia 20 de agosto, uma missa solene, data que a cidade de Viana elegeu como feriado municipal.

Em Portugal, morreram 1.520 pessoas das 37.036 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho