Braga, sábado

Covid-19: Viana do Castelo quer promover comércio e restauração com novas esplanadas na rua

Regional

07 Maio 2020

Redação

A Câmara e a Associação Empresarial de Viana do Castelo lançam hoje uma campanha para promover o comércio local e a restauração, que prevê licenciamentos isentos de taxas de ocupação para novas esplanadas em praças e arruamentos da cidade.

A Câmara e a Associação Empresarial de Viana do Castelo lançam hoje uma campanha para promover o comércio local e a restauração, que prevê licenciamentos isentos de taxas de ocupação para novas esplanadas em praças e arruamentos da cidade.

Em comunicado conjunto hoje enviado à agência Lusa, a Câmara da capital do Alto Minho e a associação empresarial explicam que a campanha de promoção do comércio e restauração em espaço público "permitirá que lojas comerciais utilizarem áreas exteriores aos estabelecimentos comerciais, garantindo o distanciamento social”.

Esta iniciativa lançada no âmbito da passagem de estado de emergência a situação de calamidade, para preparar o desconfinamento social, passa pela "abertura de novas esplanadas para cafés, pastelarias e restauração no espaço público com o respeito das orientações da Direção Geral da Saúde (DGS)”.

"Serão identificadas novas praças e arruamentos dedicados ao comércio e restauração pelos serviços da autarquia e também serão disponibilizados vasos e floreiras. Todas estas novas áreas de ocupação do espaço público na cidade e no concelho serão apreciadas pela autarquia e associação empresarial antes do licenciamento, que será isento de taxas de ocupação", explica a nota.

As inscrições para a adesão à campanha denominada "Viana à' Esplanada "têm início na semana de 18 de maio, sendo que "será também apresentado um programa de divulgação aos órgãos de comunicação social da iniciativa de promoção da doçaria e da gastronomia do concelho, com especial destaque para o pescado, bacalhau e mariscos".

"Viana à' Esplanada" é uma das ações da campanha nacional "Havemos de ir a Viana" que a Câmara e a associação empresarial vão desenvolver para promover o setor do turismo. O poema de Pedro Homem de Mello, imortalizado no fado interpretado por Amália Rodrigues, dá o mote à promoção de Viana do Castelo.

A Associação Empresarial de Viana do Castelo representa cerca de 1.100 empresas de Viana do Castelo, Caminha, Vila Nova de Cerveira, Valença e Paredes de Coura.

Segundo números da AEVC, na área urbana de Viana do Castelo estão situadas cerca de 600 lojas comerciais, sendo que em todo o concelho o tecido empresarial integra cerca de 3.400 empresas, perto de 1.000 dos setores de hotelaria, restauração e similares".

Portugal contabiliza 1.089 mortos associados à covid-19 em 26.182 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Relativamente ao dia anterior, há mais 15 mortos (+1,4%) e mais 480 casos de infeção (+1,9%).

Das pessoas infetadas, 838 estão hospitalizadas, das quais 136 em unidades de cuidados intensivos, e o número de casos recuperados passou de 1.743 para 2.076.

Portugal entrou domingo em situação de calamidade, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março.

Esta nova fase de combate à covid-19 prevê o confinamento obrigatório para pessoas doentes e em vigilância ativa, o dever geral de recolhimento domiciliário e o uso obrigatório de máscaras ou viseiras em transportes públicos, serviços de atendimento ao público, escolas e estabelecimentos comerciais.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho