Braga, segunda-feira

Covid-19: Viana do Castelo reforça com 435 mil euros apoios à economia, instituições e clubes

Regional

19 Novembro 2020

Redação

A Câmara de Viana do Castelo aprovou hoje, por unanimidade, apoios "excecionais" a instituições e clubes desportivos e incentivos à economia do concelho no valor de cerca de 435 mil euros.

A Câmara de Viana do Castelo aprovou hoje, por unanimidade, apoios "excecionais" a instituições e clubes desportivos e incentivos à economia do concelho no valor de cerca de 435 mil euros.

"Este ano, já tivemos de fazer reforço orçamental de 600 mil euros para acomodar um conjunto de apoios às Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS), ao comércio tradicional, à restauração e outras atividades. As medidas hoje aprovadas estendem-se até março de 2021, provavelmente poderá ser necessário algum reforço", afirmou o presidente da Câmara.

José Maria Costa, que falava aos jornalistas no final da sessão camarária referiu que na área social, as instituições têm reportado "algum acréscimo de pedidos de apoio, nomeadamente, de famílias com dificuldades no pagamento das rendas, de medicamentos e outras despesas".

O autarca socialista destacou "o apoio excecional de 20 mil euros" hoje aprovado e que se destina a quatro instituições do concelho, o refeitório social da paróquia de Nossa Senhora de Fátima, o Gabinete de Atendimento à Família (GAF), Cáritas Diocesana e as Conferências Vicentinas".

O executivo municipal, salientou, decidiu também apoiar intervenções de renovação e ampliação de instalações das suas instalações.

Para o centro social e paroquial de Areosa, foi aprovado um apoio de 125 mil euros para a conclusão da unidade residencial de idosos e ao centro social e paroquial de Vila de Punhe garantiu apoio a uma candidatura para a conclusão das obras do serviço de apoio domiciliário, bem como para a aquisição de uma nova carrinha para essa resposta.

Segundo José Maria Costa, as medidas de incentivo à economia, hoje aprovadas, e que estarão em vigor até 31 março de 2021, representam mais de 200 mil euros de receitas que o município não irá encaixar.

Em causa estão isenções de taxas de ocupação do domínio público, taxas de concessão e rendas de aluguer, isenção de pagamento de estacionamento à superfície e do parque do Campo da Agonia e a suspensão do pagamento de acessos a museus municipais.

"Estamos a fazer o acompanhamento e monitorização da situação e vamos adequando as medidas dentro das nossas competências", sublinhou.

No desporto, o executivo municipal aprovou apoios no valor de 90 mil euros para os clubes desportivos do concelho.

José Maria Costa adiantou também que, hoje, foram cedidas temporariamente mais duas viaturas à Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) para assegurar a prestação de cuidados de saúde domiciliários à população do concelho.

Na semana passada a autarquia já tinha cedido três viaturas à ULSAM ao abrigo do projeto "Saúde Mais Próxima".

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.350.275 mortos resultantes de mais de 56,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 3.701 pessoas dos 243.009 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho