Braga, quinta-feira

Covid-19: Vitória de Guimarães entrega bens em casas de sócios acima dos 70 anos

Desporto

31 Março 2020

Lusa

O Vitória de Guimarães vai distribuir "bens de primeira necessidade" nas casas dos sócios com mais de 70 anos, para minimizar os efeitos da pandemia da covid-19, anunciou hoje o clube da I Liga portuguesa de futebol.

"De forma a proteger os vitorianos, o Vitória Sport Clube implementou um plano de ação que visa o apoio aos sócios com mais de 70 anos de idade. Os associados mais vulneráveis à pandemia da covid-19 que necessitem de bens essenciais ou artigos de farmácia podem usufruir do serviço de entrega em casa", informa um comunicado publicado pelo emblema minhoto no sítio oficial na Internet.
 

Os vitorianos, refere ainda a nota, estão já "a contactar todos os associados" pertencentes ao "grupo de risco", no âmbito da pandemia do novo coronavírus, de forma a conhecerem as suas "necessidades" e a divulgarem os "procedimentos" a adotar nas entregas.
 

O clube de Guimarães prometeu "cumprir todos os procedimentos de segurança recomendados pela Direção-Geral da Saúde" na implementação do "serviço de apoio".
 

Em Portugal, segundo o balanço feito na segunda-feira pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 140 mortes, mais 21 do que na véspera (+17,6%), e 6.408 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 446 em relação a domingo (+7,5%).
 

Dos infetados, 571 estão internados, 164 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.
 

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.
 

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 750 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 36 mil. Dos casos de infeção, pelo menos 148.500 são considerados curados.
 

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho