Braga, quinta-feira

Covid-19: Vizela paga táxis para entregar comida em casa nos próximos fins de semana

Regional

13 Novembro 2020

Lusa

Os munícipes de Vizela, um dos concelhos mais afetados pela covid-19 em Portugal, vão ter serviço grátis de entrega de refeições take-away nos próximos dois fins de semana, anunciou hoje fonte daquela autarquia do distrito de Braga.

“Tendo em atenção as medidas restritivas apresentadas pelo Governo para os concelhos de elevado risco para a atividade de restauração e bebidas, a Câmara, como forma minimizar a quebra de receitas provocada pelo recolher obrigatório, criou uma parceria com os restaurantes e 15 taxistas do concelho para um modelo de entrega de refeições ao domicílio para os próximos dois fins de semana”, lê-se num comunicado divulgado pela Câmara de Vizela.
 

As entregas são gratuitas para restaurantes e clientes, sendo que a autarquia que vai assumir o custo das entregas nos dois próximos fins de semana, disponibilizando também as caixas para o acondicionamento e entrega das refeições.
 

O serviço, designado “Fique em casa – Nós Levamos a comida até si” vai funcionar entre as 12:00 e as 15:00 e entre as 19:00 e as 21:00 e para acionar o pedido basta o cliente ligar para o restaurante, fazer a encomenda e dar a morada de entrega, referindo qual o método de pagamento.
 

Este serviço surge na sequência da resolução do Conselho de Ministros, que decretou a implementação de um conjunto de medidas restritivas para os concelhos de elevado risco, entre os quais se inclui o concelho de Vizela.
 

“Atendendo à escalada do número de infetados por aquela doença, com indicadores que nos colocam como um dos concelhos mais afetados do país e numa das regiões mais afetadas de Portugal, a Câmara, para além das determinações emanadas pelo Governo, adotou novas medidas e reforçou grande parte das medidas adotadas”, explica a autarquia.
 

O concelho de Vizela tem cerca de 60 estabelecimentos de restauração e o programa “Fique em casa – Nós Levamos a comida até si” serve para “potenciar a dinamização da economia local, minorando os efeitos destas medidas restritivas causadas pelo surgimento do vírus covid-19 e consequente pandemia”.
 

“Trata-se de uma medida para ajudar o setor da restauração no concelho, um setor com enorme tradição e oferta gastronómica diversificada, mas sem dúvida o mais afetado pelo novo estado de emergência, auxiliando também o setor dos táxis, outra das atividades que também tem sofrido com a pandemia e as restrições de circulação”.
 

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.294.539 mortos em mais de 52,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo e em Portugal morreram 3.250 pessoas dos 204.664 casos de infeção confirmados.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho