Braga, terça-feira

Defesa Joel Pereira ruma ao Gil Vicente por empréstimo do Omonia

Desporto

13 Agosto 2020

Lusa

O defesa Joel Pereira foi emprestado pelos cipriotas do Omonia ao Gil Vicente até ao final da temporada, colmatando as saídas de Alex Pinto e Fernando Fonseca, anunciou hoje o clube da I Liga de futebol.

“Chegar à I Liga é a concretização de um objetivo pessoal e veio no momento certo. Venho com uma forte determinação para ajudar o Gil Vicente e demonstrar o meu valor”, referiu o lateral direito, numa nota publicada pela formação de Barcelos nas redes sociais.
 

Joel Pereira, de 23 anos, cumpriu a formação no Perosinho, no FC Porto, no Padroense e no Vitória de Guimarães e jogou duas épocas no Académico de Viseu, antes de rumar aos cipriotas do DOXA e do Omonia, que o cederam aos eslovacos do Spartak Trnava em 2019/20.
 

O defesa natural de Vila Nova de Gaia é o primeiro substituto para a lateral direita do Gil Vicente, após as saídas de Alex Pinto, que esteve emprestado pelo Benfica e foi vendido na terça-feira ao Farense, e de Fernando Fonseca, que falhou as negociações para a renovação do contrato, confirmou à Lusa fonte ligada ao processo.
 

Joel Pereira é o sétimo reforço oficializado pelos minhotos, que já tinham adquirido os defesas Souleymane Aw (ex-Avenir Béziers), Talocha (ex-Riga FC) e Tim Hall (ex-Karpaty), os médios Antoine Léautey (ex-Chamois Niortais) e Kanya Fujimoto (cedido pelos japoneses do Tokyo Verdy) e o avançado Boubacar Hanne (ex-Wolverhampton).
 

O Gil Vicente arranca hoje a preparação da temporada 2020/21, com dois dias de exames médicos, que antecedem treinos repartidos entre os relvados dos estádios Cidade de Barcelos e Adelino Ribeiro Novo e dos Campos de Galegos e de Carvalhal.
 

Os ‘galos’ designaram o treinador Rui Almeida como sucessor de Vítor Oliveira, responsável por uma campanha tranquila na I Liga em 2019/20, culminada na 10.ª posição, com 43 pontos, 10 acima da zona de despromoção, numa época marcada pelo regresso administrativo à elite, a partir do Campeonato de Portugal, após o ‘caso Mateus’.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho