Braga, quarta-feira

Dia Mundial da Fotografia assinalado com Workshop de Pinhole

Diversos

20 Agosto 2019

Redação

Museu de Imagem e PAVAC - Passos Audiovisuais, Associação Cultural promoveram ontem Workshop de Pinhole para assinalar o Dia Mundial da Fotografia. Participantes aprendem a construir a mais básica das câmaras fotográficas estenopeicas.

Após uma primeira iniciativa conjunta realizada no Dia Mundial dos Museus, a PAVAC - Passos Audiovisuais, Associação Cultural e o Museu da Imagem voltaram a juntar-se para assinalar o Dia Mundial da Fotografia, que se assinalou ontem.
 

Tendo como alvo o público infanto-juvenil, a iniciativa decorreu no Museu da Imagem e constou num Workshop de Pinhole em que os participantes captaram imagens a partir de câmaras construídas com materiais do quotidiano.
 

“No primeiro workshop, promovido no âmbito do Dia Mundial dos Museus, exploramos o arquivo do Museu da Imagem através da realização de um Workshop de Cianotipia. Desta vez, optamos por ir até à origem da fotografia”, explicou Adriano Ferreira Borges, o formador e membro da PAVAC, recordando que foi a 19 de Agosto, do ano de 1939, que o Governo francês adquiriu e disponibilizou livremente a patente do primeiro método fotográfico que posteriormente foi adoptado por todo o mundo: o Danguerreótipo.
 

Assim os participantes no workshop foram desafiados a construir a sua câmara com materiais do dia-a-dia, captar imagens e revelá-las numa emblemática sala escura.
 

Adriano Ferreira Borges mostra-se satisfeito pela parceria com o Museu da Imagem, tutelado pelo pelouro da Cultura do Município de Braga, realçando que este tipo de iniciativas servem não só para divulgar a PAVAC, mas, e o mais importante, para ir ao encontro de um dos objectivos desta associação que visa formar jovens e adultos nas variadas vertentes da produção audiovisual.
 

Pedro Alpoim, director do Museu da Imagem, também se mostra satisfeito com a parceria que tem dado origem a estes workshops, realçando que o Museu da Imagem se abre à comunidade também com estas acções.
 

“Acredito que por parte do Município, que é quem tutela este equipamento, há todo o interesse em promover e manter este tipo de iniciativas”.
 

Adriano Ferreira Borges revelou que a PAVAC gostaria de integrar o Serviço Educativo Integrado que o Município de Braga desenvolve para as actividades que desenvolve a nível extracurricular no parque escolar concelhio.
 

Adriano Ferreira Borges recorda que a PAVC também participou na edição de 2018 dos Encontros da Imagens, dinamizando cinco actividades que exploram os fenómenos químicos e físicos envolvidos no processo fotográfico, na Casa dos Crivos.
 

Essas mesmas actividades foram também desenvolvidas posteriormente na Escola EB1 de Cabreiros, com a turma do 4.º ano.
 

“No fundo são cinco actividades que fazem o apanhado dos principais processos envolvidos no registo fotográfico”, rematou o formador/Monitor da associação PAVAC.

Deixa o teu comentário