Braga, quarta-feira

Diversidade cultural à mesa famalicense

Diversos

16 Maio 2021

Redação

A partir do dia 20 e durante três dias, Famalicão celebra a cozinha internacional em catorze restaurantes do concelho. Uma iniciativa que inclui o passaporte gastronómico que dá oportunidade de uma experiência gratuita, num espaço à escolha.

O Dia Mundial da Diversidade Cultural para o Diálogo e o Desenvolvimento ocorre a 21 de Maio e em Vila Nova de Famalicão a data será assinalada com um fim-de-semana prolongado, de 20 a 23 de Maio, de Dias à Mesa dedicados à Cozinha Internacional.


Sushi, wok, risotto, cachapa, tacos, nachos, enchiladas, fondue, hambúrgueres e cataplana são alguns dos pratos que estarão disponíveis nos 14 restaurantes aderentes a esta iniciativa gastronómica, promovida pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão. E são eles o Alfa; o Attrevidu; o Bis – Pasta&Risotto; o Bisconde; o Caso; El Vagabundo; o Fondue; Los Pepes – Mexicano; o ME.AT; o Mikado; Moutados; Sabores do Algarve; Taberna do Sushi e Vinha Nova.
 

 É certo que a gastronomia é um elemento cultural, um símbolo de identidade e um meio de integração das várias comunidades estrangeiras, com os Dias à Mesa abre-se a possibilidade de as pessoas conhecerem os sabores e os aromas do mundo, numa viagem intercultural pelo concelho de Famalicão.


A iniciativa Dias à Mesa arrancou em 2019 com um conjunto de propostas dos melhores sabores regionais combinadas com as inesquecíveis vivências culturais do município. A pandemia provocada pela Covid 19 veio alterar o conceito da iniciativa, privando as pessoas dos eventos, mas mantendo as experiências gastronómicas de excelência.
 

 Destaque para o ‘Passaporte Gastronómico’ que dá a oportunidade de jantar ou almoçar gratuitamente num restaurante à escolha. Os restaurantes aderentes vão distribuir os passaportes já carimbados aos clientes, com cada uma das refeições.


O objetivo da iniciativa Dias à Mesa dedicada à Cozinha Internacional prende-se assim com a ideia de cultivar a compreensão da riqueza e importância da diversidade cultural, assim como incentivar o respeito pelo outro.


Neste âmbito, referência ainda para o lançamento do Manual de Acolhimento, uma espécie de guia desenvolvido pela autarquia para facilitar o processo de acolhimento de todos os que, das mais variadas proveniências, vêm para Vila Nova de Famalicão.

Deixa o teu comentário