Braga, sábado

Encenador italiano Lelio Lecis dirige em Braga A Criatura

Diversos

17 Julho 2019

Redação

Espectáculo, que estreia amanhã, é uma adaptação do texto de Henrik Ibsen e centra-se no conceito de criação artística e na relação que se cria entre o autor e o seu trabalho.

A Companhia de Teatro de Braga (CTB) estreia amanhã, pelas 21.30 horas, o seu primeiro espectáculo encenado pelo director italiano Lelio Lecis, um dos mais importantes dramaturgos das novas gerações e que há 40 anos dirige a companhia de teatro italiana Akroama.


‘Criatura’ é o nome do espectáculo que constitui a primeira parte do seu projecto de parceria ‘Fronteiras da Conjugalidade’ sobre Henrik Ibsen da Companhia de Teatro de Braga com a Akroama.


Este primeiro espectáculo é uma adaptação de Lelio Lecis do texto ‘Quando Nós os Mortos Despertamos’ de Henrik Ibsen, que se centra no conceito de criação artística, analisando a delicada sintonia que se cria entre o autor e o seu trabalho.
 

Nesta peça o encenador italiano transporta o público a última história contada por Ibsen, uma obra dedicada à arte, aos sonhos e aos impulsos de paixão, onde a loucura e a morte conectam com o sentido mais profundo da criação artística. “É uma honra para a CTB ter o?Lelio Lecis a trabalhar connosco. É das personalidades teatrais italianas de maior importância, e que há muitos anos está ligado à à reflexão sobre o teatro”, revelou Rui?Madeira, director do CTB, na sessão de apresentação do espectáculo, acrescentando que este trabalho é fruto “de uma profunda relação de trabalho e colaboração” entre as duas companhias.
 

“A Braga e a outras cidades já chegaram alguns espectáculos do Teatro Akroama, assim como Caglíari e à Sardenha alguns espectáculos da CTB. Agora, passados 20 anos, avançamos com esta ideia de aprofundarmos a relação através da permuta de directores que vão dirigir as respectivas companhias, quer a nível da cenografia, dos figurinos”, adianta a propósito Rui?Madeira, enfatizando a importância desta troca de experiências e práticas.


Rui?Madeira explica ainda que o espectáculo constitui uma homenagem a Bernardo Sasseti, o grande responsável pela amizade que une estes dois directores artísticos há vinte anos.


Depois de uma série de espectáculos até final deste mês, ‘A Criatura’ regressa após o período de férias, seguindo o circuito artístico da CTB que inclui um roteiro a nível internacional.


Presente na sessão de apresentação do espectáculo que agora estreia, Lelio Lecis lança rasgados elogios à cidade dos Arcebispos, uma cidade “muito bonita e muito viva do ponto de vista cultural”.


Esta é a primeira vez que o encenador italiano dirige um espectáculo em Portugal, mas Lelio Lecis já trabalhou em vários pontos do mundo. O director já encenou mais de 70 espectáculos, muitos dos quais também como autor e dramaturgo.