Braga, sexta-feira

"Espero continuar a acompanhar a vida da Euro-região através do Correio do Minho"

Regional

08 Julho 2021

Marta Amaral Caldeira Marta Amaral Caldeira

Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga e do Eixo Atlântico, saudou o jornal Correio do Minho pelo seu 95.º aniversário e novos projetos que passam por se tornar o espelho da Euro-região e pela criação do canal televisivo "CMinhoTV".

“Espero continuar a acompanhar a vida de toda a Euro-região Norte de Portugal-Galiza através do jornal Correio do Minho e estou certo que os seus profissionais me vão dar essa alegria e propiciar-me esse encontro diário. Muitos parabéns”.

Foi com estas palavras que o presidente da Câmara Municipal de Braga e presidente do Eixo Atlântico parabenizou o jornal Correio do Minho pelos 95 anos de história, na gala de aniversário realizada no Altice Forum Braga, assumindo-se também como porta-voz dos muitos milhares de leitores que diariamente lêem a publicação.

Saudando especialmente todos os profissionais e colaboradores do jornal Correio do Minho, Ricardo Rio fez questão de deixar uma palavra de “estímulo” aos responsáveis pelo órgão de comunicação social para que prossigam no futuro com o dinamismo e criatividade que o caracterizam, agora sob a âncora da Euro-região Norte de Portugal-Galiza, abraçando responsabilidades tão importantes como as que agora assumiu no sentido de se afirmar “uma imprensa sem fronteiras” e “alargando a sua esfera de influência além do território do Minho e do Norte, para toda esta grande Euro-região, em que nós temos, de facto, um espaço de construção comum a aprofundar”.

O presidente da Câmara de Braga saudou também o Arcada Nova Grup pelo novo desafio a que agora se propõe através de um canal televisivo digital - a ‘CMinhoTV’ - com vista a levar ainda mais longe o nome de Braga, do Minho e da Euro-região Norte de Portugal-Galiza. “É um novo desafio na vertente das novas tendências tecnológicas para estar cada vez mais perto de todos aqueles que acompanham diariamente o jornal Correio do Minho”.

Destacando as múltiplas funções que um jornal cumpre na comunidade em que se insere, Ricardo Rio apontou para o facto de se tratar, sobretudo, de “uma fonte de acesso à informação”.

“Um jornal é um veículo de comunicação para quem produz cada uma das dinâmicas nos diferentes territórios, sejam instituições públicas, tecido empresarial, actividades desportivas, meio académico, investigação, etc. Todos os agentes da sociedade civil têm em algum momento algo a comunicar e, obviamente, que os espaços de comunicação social são um veículo natural de informação”, assinalou o autarca bracarense.

Mas para além de quem produz e quem consome a informação veiculada, o presidente da Câmara Municipal de Braga valorizou, ainda mais, dois aspectos que considera como “fundamentais”: o facto de um jornal ser “uma fonte de identidade” e, acima de tudo, “um espaço de proximidade”.

“Nós revemo-nos no jornal. E o concelho de Braga tem o privilégio de ter dois grandes jornais: o Correio do Minho e Diário do Minho, com o peso histórico que têm, com a sua presença diária e que, sem dúvida, fortalecem ainda mais a componente identitária deste território”, realçou Ricardo Rio.

A questão da “proximidade” que um jornal como o Correio do Minho garante ao público foi também destacada pelo presidente da Câmara de Braga, indicando que “mesmo em tempos de pandemia como estes em que vivemos e de tantas incertezas que tivemos confrontar, um jornal acaba por ser um ponto de encontro”.

“É através das páginas do jornal que nós vamos acompanhando a realidade uns dos outros e aquilo que uns e outros vamos dizendo, vamos fazendo, e, isso, julgo que é também uma forma de estreitarmos os laços e de trazermos outra esperança para o futuro”, afirmou o edil bracarense, elogiando a forma como o jornal Correio do Minho tem desempenhado todas estas funções e cumprido a sua missão ao longo dos seus 95 anos de história.

Deixa o teu comentário