Braga, quinta-feira

Esposende lança obra para criar Parque Temático dos Moinhos de Vento da Abelheira

Regional

21 Setembro 2020

Redação

A Câmara de Esposende lançou hoje a concurso a obra para a criação do Parque Temático dos Moinhos de Vento da Abelheira, em Marinhas, um projeto de 155 mil euros inserido na Estratégia de Eficiência Coletiva PROVERE.

A Câmara de Esposende lançou hoje a concurso a obra para a criação do Parque Temático dos Moinhos de Vento da Abelheira, em Marinhas, um projeto de 155 mil euros inserido na Estratégia de Eficiência Coletiva PROVERE.

Em informação prestada à Lusa, a autarquia referiu que o prazo de execução da obra é de 120 dias, sendo que a primeira fase da criação daquele parque vai incidir na recuperação de três moinhos de vento, propriedade do município, ao abrigo da candidatura Qualificação das Experiências de Turismo da Natureza no Minho - Redes de Visitação da Natureza - Moinhos da Abelheira/Esposende.

A obra, financiada a 85%, pretende promover o turismo no concelho de Esposende "através da valorização e preservação do seu património material e imaterial".

A autarquia explica, na sua página da Internet, que "a intervenção global está prevista para os sete moinhos”, mas nesta fase avança a recuperação “dos três edifícios que são propriedade da câmara", sendo que, "no futuro, ficará ali implantado o parque temático ligado às energias renováveis e ao ciclo do pão".

O parque vai apresentar "todo o processo que envolve a sementeira e a recolha do grão, assim como os diversos processos necessários à sua preparação para a moagem".

Aos moinhos estarão associados os temas da eletricidade, do ciclo do pão e da etnografia a ele associado, das questões ambientais do uso de energias, das respostas sensoriais que a cultura do cereal permite experimentar através do tato, olfato e visão, às questões sobre os cereais híbridos ou geneticamente modificados.

"Um dos espaços, distinto pelo aspeto arquitetónico vanguardista, abordará o futuro da energia", adianta a autarquia.

Numa das estruturas, esclarece a câmara, "pretende-se fazer a recuperação funcional a partir dos vestígios remanescentes no local, recuperando toda a informação tecnológica e capitalizando os resultados na reconstituição fidedigna do moinho (no que respeita a materiais, técnicas construtivas, volumes, paleta de cores, soluções tecnológicas tradicionais e molinologia local)".

No que se refere aos outros dois moinhos, pretende-se uma recuperação parcial, garantindo emprego de técnicas não invasivas e consequentemente a preservação da integridade dos elementos existentes.

A autarquia lembra que Esposende reúne vários moinhos eólicos e hidráulicos.

"Entre os núcleos dos engenhos de moagem movidos pela força do vento, além dos de Abelheira estão referenciados os de Cedovém em Apúlia, entre outras unidades disseminadas pelo concelho. Refira-se que a Casa das Marinhas, foi inspirada, arquitetada e construída a partir de um moinho e transformada em habitação, pelo conceituado arquiteto esposendense Viana de Lima", lê-se.

Portugal assinala o Dia Nacional dos Moinhos a 07 de abril.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho