Braga, quinta-feira

Estudo aponta 13% das consultoras em risco de incumprimento - Iberinform

Economia

10 Novembro 2022

Lusa

Treze por cento das empresas de consultoria apresentam “risco máximo e elevado de incumprimento”, tendo cerca de metade das empresas nesta situação sido constituídas nos últimos cinco anos, segundo um estudo da Iberinform Crédito y Caución.

Os dados fornecidos pelo 'Insight View' revelam que as consultoras para os negócios e gestão estão concentradas especialmente nos grandes centros urbanos: Lisboa (48%), Porto (17%), Braga (5%), Setúbal (5%) e Madeira (4%), sendo a distribuição do risco bastante semelhante nestes distritos.
 

“O setor destaca-se por ter uma elevada dinâmica empresarial, em que 74% das empresas foram constituídas há menos de 10 anos”, avança, acrescentando que, “durante o ano de 2022, já foram constituídas mais 19% comparando com o período homólogo de 2021”.
 

O trabalho aponta ainda que “o setor apresenta baixas barreiras à entrada, o que demonstra que existe um peso bastante significativo de microempresas, sendo que as grandes empresas são consultoras internacionais e empresas de grupos que prestam serviços partilhados”.

Deixa o teu comentário