Braga, quarta-feira

Factura do Estádio Municipal de Braga perto dos 190 milhões de euros

Regional

02 Junho 2020

Redação

Tribunal rejeitou recurso da sentença que obriga Câmara a pagar 4,9 milhões de euros ao consórcio liderado pelo arquitecto Souto Moura. ASSOC também exige mais 10 milhões de euros à autarquia.

Continua a aumentar a factura do Estádio Municipal de Braga que poderá muito em breve atingir os 190 milhões de euros, alerta o presidente da Câmara Municipal de Braga, que mantém a decisão de alienar o equipamento se for eleito para um terceiro mandato.

Ao ‘Correio do Minho’, Ricardo Rio referiu que “em 12 anos de mandato possíveis, com um orçamento anual médio no valor de 90 milhões, mais do que um ano será gasto só para pagar dívidas do Estádio Municipal de Braga”.

Entre empréstimos e sentenças judiciais são já 96 milhões de euros as facturas que lhe caíram na secretária. Isto sem ter em linha de conta a manutenção e intervenções no Estádio.

A custo do estádio municipal volta à ordem do dia depois de o Tribunal Administrativo Central do Norte ter rejeitado, “por razões processuais”, o recurso da sentença que obriga a autarquia a pagar 4,9 milhões de euros em honorários ao consórcio liderado por Eduardo Souto Moura.

“Vamos obviamente recorrer”, avança Ricardo Rio, sabendo no entanto que dificilmente a autarquia lhe verá ser reconhecida razão.

Além destes quase cinco milhões de euros, a Câmara está também a braços com a execução de outra sentença judicial que determina o pagamento de dez milhões de euros ao ASSOC. O consórcio liderado pela Soares da Costa ganhou já nos tribunais 4,1 milhões de euros relativos a trabalhos a mais.

O caso Souto Moura e este segundo processo da ASSOC devem rematar as contas do Estádio Municipal.

No entanto, no caso da ASSOC a autarquia também está a ponderar processar o consórcio por questões relativas a defeitos nas ancoragens que seguram a bancada poente do estádio.

“O Estádio Municipal e a Parceria Público-Privada são apontados pelo edil como os maiores esqueletos encontrados na autarquia.

Ricardo Rio mantém a decisão de alienar o Estádio Municipal de Braga, proposta que estará vertida no seu próximo programa eleitoral. “Tudo o que seja recuperar investimento que ali foi feito será vantajoso para o Município”, justifica.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho