Braga,

Famalicão: Exposição mostra Júlio Brandão

Diversos

27 Dezembro 2019

Redação

Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco de Vila Nova de Famalicão tem patente, até ao próximo dia 4 de Janeiro, uma exposição dedicada a Júlio Brandão.

A Biblioteca Municipal Camilo Castelo Branco de Vila Nova de Famalicão tem patente até 4 de Janeiro a exposição dedicada a ‘Júlio Brandão: Recordações dum velho poeta | 150 anos do nascimento’.


A mostra está inserida no programa comemorativo dos 150 anos do nascimento de Júlio Brandão, que o município está a assinalar. Júlio Brandão, ilustre poeta, cronista, crítico literário, crítico de arte, publicista, dramaturgo, jornalista, professor e museólogo, nasceu a 9 de Agosto de 1869, na Rua de Santo António, no coração da cidade famalicense.


Entre as várias homenagens à memória de Júlio Brandão, promovidas e apoiadas pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, a título póstumo, destacam-se a atribuição do seu nome a uma escola do centro da cidade, a Escola Básica Júlio Brandão; a homenagem promovida em 1950 pela Associação dos Jornalistas e Homens de Letras do Porto, com a instalação de uma glorieta em granito e bronze no topo norte do Parque 1.º de Maio, e as comemorações do centenário do seu nascimento, através do denominado Ciclo Comemorativo do 1.º Centenário do nascimento do Escritor e Poeta Júlio Brandão, em Agosto de 1969.


Entre outras mais recentes, enquadradas agora nas comemorações dos 150 anos sobre o seu nascimento, destacam-se a colocação de uma placa identificativa na rua onde nasceu, a Rua de Santo António, e uma intervenção artística comemorativa no mural da fachada da escola de que é patrono, a Escola Básica Júlio Brandão.


Na inauguração da exposição, a Biblioteca Municipal lançou a edição comemorativa fac-similada da obra poética da autoria de Júlio Brandão ‘O Livro de Aglaïs’.

Deixa o teu comentário