Braga, quinta-feira

Famalicão investe 8 ME para tornar cidade mais amiga das pessoas e do ambiente

Regional

16 Outubro 2020

Redação

A Câmara de Vila Nova de Famalicão vai investir oito milhões de euros em obras de reabilitação do centro urbano para tornar a cidade mais amiga das pessoas, do ambiente e do comércio de proximidade, anunciou hoje o município.

A Câmara de Vila Nova de Famalicão vai investir oito milhões de euros em obras de reabilitação do centro urbano para tornar a cidade mais amiga das pessoas, do ambiente e do comércio de proximidade, anunciou hoje o município.

Em comunicado, a autarquia refere que a intervenção começa na segunda-feira e vai prolongar-se por cerca de um ano, abrangendo todo o quarteirão urbano localizado entre as praças D. Maria II e Mouzinho de Albuquerque e ruas adjacentes.

Estas artérias serão dotadas de “mais e melhores” zonas sociais e, simultaneamente, de mais espaços para peões e para os modos de transporte suaves.

“Será um centro urbano mais atrativo, sustentável e acessível, com mais mobilidade, mais comércio, mais estacionamento, mais ambiente, mais segurança e mais vida”, refere o presidente da Câmara, Paulo Cunha.

No imediato, a intervenção vai originar o encerramento dos parques de estacionamento das praças D. Maria II e Mouzinho de Albuquerque e da Rua do Ferrador.

Como alternativa, há os parques de estacionamento gratuito do atual campo da feira (encerrado apenas às quartas-feiras) e os parques, também gratuitos, localizados nas duas entras principais do Parque da Devesa (junto à Central de Camionagem e junto ao CITEVE).

Para além destes, existe ainda a opção pelo parque de estacionamento pago situado junto aos Paços do Concelho.

Em linhas gerais, a intervenção vai permitir a ampliação para norte e para sul, da praça D. Maria II, com a supressão ao trânsito automóvel dos dois topos, e a requalificação de todas as artérias envolventes que terão um perfil único de circulação partilhada, com prioridade para o peão.

A praça Mouzinho de Albuquerque, correspondente ao antigo Campo da Feira, uma área muito degradada da cidade, será completamente renovada com organização da área de estacionamento e valorização da margem ribeirinha do Rio Pelhe.

“Os efeitos esperados são a melhoria da qualidade de vida das populações residentes, uma maior atratividade da cidade, reforço da rede pedonal e ciclável complementada com o uso de transportes públicos, melhoria ambiental e qualificação dos espaços de utilização pública”, sublinha o comunicado.

Com a intervenção, “as pessoas ganham espaço, os carros perdem terreno mas permanecem e o estacionamento, em igual número ao existente, passa a estar organizado e concentrado nos dois parques situados no centro”.

“É todo um novo paradigma urbano que vai ser potenciado no núcleo central de Vila Nova de Famalicão e que permitirá a fruição do espaço público com uma qualidade de vida muito superior à existente”, remata.

A obra tem comparticipação do Norte 2020, através do programa FEDER - Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho