Braga, terça-feira

FC Porto vence Varzim e está nas meias da Taça de Portugal

Desporto

14 Janeiro 2020

Redação

O FC Porto garantiu hoje a passagem às meias-finais da Taça de Portugal em futebol, depois de vencer o Varzim, por 2-1, numa partida decidida com os golos na etapa inicial.

O FC Porto garantiu hoje a passagem às meias-finais da Taça de Portugal em futebol, depois de vencer o Varzim, por 2-1, numa partida decidida com os golos na etapa inicial.

Os ‘dragões' inauguraram o marcador aos 28 minutos, através de Soares, mas equipa poveira, que milita na II Liga, ainda reagiu, resgatando igualdade, num livre cobrado por Hugo Gomes, aos 35, a que o FC Porto respondeu, cinco minutos depois, com o tento que fez diferença, apontado por Marcano.

Com este triunfo, o FC Porto irá encontrar, na próxima fase da competição, o vencedor do duelo entre Académico de Viseu e Canelas, que se disputa esta quinta-feira, em Viseu.

Os ‘dragões' surgiram para este desafio com a equipa transfigurada em relação ao último, frente ao Moreirense, para a I Liga, com o técnico Sérgio Conceição a fazer oito alterações no ‘onze'.

Apesar de serem visíveis algumas faltas de rotina, os locais surgiram a mostrar maior poderio, não demorando a instalar-se no meio campo contrário e a criar as primeiras oportunidades de golo.

Um remate de longe de Sérgio Oliveira, logo aos cinco minutos, e mais duas iniciativas de Fábio Silva e Manafá, foram as ameaças iniciais dos ‘dragões', perante um Varzim bem organizado defensivamente, que conseguia travar o ritmo de jogo do adversário.

À pressão dos ‘azuis e brancos', a equipa da Póvoa de Varzim tentava responder em contra-ataque, usando a velocidade dos seus atacantes para criar desequilíbrios no adversário, com vários cruzamentos, mas pecando, depois, na definição final.

Nesta toada, acabou por não surpreender o golo do FC Porto, já perto de meia hora de jogo, quando Otávio com um passe ‘artístico' assistiu Soares, que, sem oposição, atirou para o 1-0.

Apesar da desvantagem, a formação da II Liga não se atemorizou e conseguiu subir no terreno, beneficiando de um livre que acabou por resgatar a igualdade, aos 36, num tiro do defesa central Hugo Gomes, que provocou a euforia nos cerca de mil adeptos que viajaram desde a Póvoa de Varzim.

No entanto, os festejos dos varzinistas não durariam mais de cinco minutos, pois na resposta, o FC Porto mostrou-se letal, e também na sequência de um livre, apontado por Sérgio Oliveira, voltou para frente do marcador, após um desvio de cabeça de Marcano, que fixou o 2-1 com que se chegou ao intervalo.

Em vantagem, o FC Porto tirou o pé do acelerador no regresso do descanso, dando alguma iniciativa ao Varzim, que conseguiu ser mais espevito nas saídas para o contra-ataque, mas voltou a mostrar carências na altura da finalização.

Baba Sow ainda tentou disfarçar essa pecha, com um remate de longe, aos 63, mas que saiu com pouca pontaria, perante um FC Porto que, apesar de controlar os atrevimentos contrários, também não fazia grande mossa em termos ofensivos.

A melhor ocasião dos ‘azuis e brancos' para chegar ao golo da tranquilidade surgiu apenas aos 88 minutos, num livre de Alex Telles, que saiu ao lado, prevalecendo o 2-1 até ao final.

 

Jogo disputado no Estádio do Dragão, no Porto.

FC Porto - Varzim, 2-1.

Ao intervalo: 2-1.

Marcadores:

1-0, Soares, 28 minutos.

1-1, Hugo Gomes, 36.

2-1, Marcano, 41.

 

Equipas:

FC Porto: Diogo Costa, Saravia (Alex Telles, 46), Mbemba, Marcano, Manafá, Otávio, Uribe, Sérgio Oliveira, Luis Díaz (Vítor Ferreira, 85), Fábio Silva (Romário Baró, 64) e Soares.

(Suplentes: Marchesín; Diogo Leite, Alex Telles, Loum, Romário Baró, Vítor Ferreira e Aboubakar).

Treinador: Sérgio Conceição.

Varzim: Ismael, João Amorim, Alan Henrique, Hugo Gomes, Tiago Cerveira, Pedro Ferreira, Rui Moreira (Stanley, 82), Baba Sow (Minhoca, 72), Lumeka, Leonardo Ruiz e Frederic Maciel (Caetano, 61).

(Suplentes: Serginho, Minhoca, Zé Diogo, Christophe, Caetano, Stanley e Gonçalo).

Treinador: Paulo Alves.

 

Árbitro: Rui Costa

Ação disciplinar: cartão amarelo para Alan Henrique (87) e João Amorim (90+2)

Assistência: 13.179 espetadores.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho