Feira do Livro de Barcelos acarinha autores locais

Regional

03 Julho 2021

José Paulo Silva José Paulo Silva

Lançamento de obras de autores barcelenses marca edição deste ano da Feira do Livro. Certame foi ontem inaugurado e prolonga-se até 11 de Julho.

A Feira do Livro de Barcelos regressou ontem à Avenida da Liberdade e ao Largo da Porta Nova, com regras apertadas de acesso do público devido à situação pandémica que se vive. Depois da interrupção em 2020, a iniciativa da Câmara Municipal, que já vai na 38.ª edição, dá este ano uma atenção especial a autores do concelho, justificando o presidente da autarquia, Miguel Costa Gomes, que a Feira é uma oportunidade de “promover e acarinhar esses escritores” que, com as suas obras “levam a imagem de Barcelos mais longe”.

Na edição deste ano, que decorre até 11 de Junho, a Câmara Municipal de Barcelos investiu cerca de 95 mil euros, “uma aposta que vale a pena”, segundo o edil.

Por estes dias serão lançados os livros ‘100 dias de Solidão’, de Pedro Faria e ‘Lembrar Tilleul’, de Catarina Miranda; ‘Raimundo Canta Barcelos’ - Vol.III, de Joana Luísa Matos; ‘Leituras e Aventuras na Filosofia para Crianças’, do projecto Barcelos a Ler; ‘Flor’, da AMAR 21; ‘Veronese’, de António Ramalho de Almeida; ‘A Poesia de Sebastião Alba’, de António Carvalho; ‘Uma Mão Cheia’, de Pedro Seromenho; e ‘Mãe, deixa-te de dramas!’, de Susana Pinto.

Os livreiros e editores presentes não têm qualquer custo de participação,?à semelhança das edições anteriores da Feira do Livro de Barcelos, relevando o presidente da Câmara Municipal que o evento ganha este ano relevância acrescida como apoio a um sector que tem sido “dos mais violentados com a pandemia”.

Na abertura da Feira do Livro, no final da tarde de ontem, Miguel Costa Gomes lamentou que a mesma decorra “em situações muito excepcionais” por causa das medidas de prevenção da covid 19 e fez votos para que a programação prevista para os próximos dias não tenha de ser suspensa.

Nesta altura, tal cenário não se coloca, até porque a situação pandémica no concelho de Barcelos está relativamente controlada, com 78 infecções por 100 mil habitantes, abaixo do limiar de alerta.
José Luís Peixoto vem à Feira do Livro, dia 10 de Julho, lançar o seu último romance ‘Almoço de Domingo’. Na mesma data, Luís Osório apresenta ‘Ficheiros Secretos – Histórias nunca contadas da política e da sociedade portuguesas’.

Deixa o teu comentário