Braga, terça-feira

Feira dos Vinte: três dias de tradição e festa na Vila de Prado

Regional

04 Janeiro 2020

Redação

O destaque desta feira, cujas raízes remontam ao reinado de D. Dinis, no século XIV, assenta na troca e venda de gado cavalar e bovino. No entanto, o certame adaptou-se à evolução dos tempos e apresenta-se nos dias de hoje com um programa diversificado que inclui música, gastronomia, espetáculo equestre, concurso pecuário... Uma diversidade que se estende também ao comércio, com máquinas agrícolas, artigos para o lar, vestuário, calçado, coudelaria, hortícolas, doçaria e diversões para todos os gostos, entre muitos outros.

A Vila de Prado prepara-se para trazer à rua uma tradição com séculos de história, que anualmente atrai um mar de gente ao centro da freguesia para a Feira dos Vinte.

O programa de três dias começa no sábado 18 de janeiro e termina a 20, o ponto alto, que é também o Dia de S. Sebastião.

O destaque desta feira, cujas raízes remontam ao reinado de D. Dinis, no século XIV, assenta na troca e venda de gado cavalar e bovino.

No entanto, o certame adaptou-se à evolução dos tempos e apresenta-se nos dias de hoje com um programa diversificado que inclui música, gastronomia, espetáculo equestre, concurso pecuário...  Uma diversidade que se estende também ao comércio, com máquinas agrícolas, artigos para o lar, vestuário, calçado, coudelaria, hortícolas, doçaria e diversões para todos os gostos, entre muitos outros.

Este ano, para dar início às festividades, a 18 de janeiro é assinalado o dia das Associações da Freguesia, com animação musical, ‘comes e bebes’ e muito convívio, na tenda gigante colocada no Largo de S. Sebastião. Paralelamente, a Confraria Gastronómica das Provas da Feira dos Vinte promove o seu ‘II Capítulo Solene e de Entronização’ de novos confrades.

No domingo, 19 de janeiro, a animação começa pelas 15 horas com o sempre alegre Festival de Folclore, seguido do espetáculo equestre às 17 horas. Às 20h30, tem lugar o Encontro de Reis e a festa continua pela noite dentro com after party a cargo do animador Tosttas.

Nesta noite, decorrem ainda as habituais provas nas tasquinhas e restaurantes locais.

O vinho novo e as papas de sarrabulho servem de pretexto para juntar à mesa pradenses e não só, que desfrutam de momentos de convívio aliados aos sabores mais típicos da nossa gastronomia. As

Papas à Moda dos Vinte estarão disponíveis durante todo o mês de janeiro na Vila de Prado, nos restaurantes aderentes.

O programa para o dia principal, 20 de janeiro, é a feira de gado e o concurso pecuário, com o largo da vila cheio de animais e produtores que fazem trocas ou vendas de gado.

Durante a manhã, terá ainda lugar a missa e bênção do gado.  Da parte da tarde, para finalizar, há batismo de cavalo e passeios em charrete.

Em Dia de S. Sebastião, várias pessoas aproveitam também para rumar à capela localizada nas imediações do recinto para prestarem devoção ao santo padroeiro contra a peste, fome e guerra.

Não faltam atrações nem motivos para participar nestes três dias de festa, de uma tradição secular que a Vila de Prado quer continuar a manter bem viva.

Deixa o teu comentário