Braga, sábado

Festa das Fogaceiras com 300 meninas no corso e concerto que homenageia Variações

Diversos

14 Janeiro 2020

Redação

O programa da Festa das Fogaceiras, que em Santa Maria da Feira apela à proteção contra a Peste Negra, incluirá 300 meninas no corso de segunda-feira e integrará também um concerto com 200 músicos a interpretar António Variações.

O programa da Festa das Fogaceiras, que em Santa Maria da Feira apela à proteção contra a Peste Negra, incluirá 300 meninas no corso de segunda-feira e integrará também um concerto com 200 músicos a interpretar António Variações.

Em causa está a festividade religiosa que, a 20 de janeiro, constitui feriado municipal nesse concelho do distrito de Aveiro e envolve a população em iniciativas que há 515 anos repetem a oferta da fogaça prometida a São Sebastião como agradecimento pela sua proteção contra a peste bubónica.

As celebrações são organizadas pela Câmara Municipal, que todos os anos abre um período de inscrição para meninas com mais de 7 anos que pretendam participar nos desfiles transportando à cabeça o referido pão doce prometido como voto a São Sebastião. Até ao início da tarde de hoje havia já mais de 300 inscrições e, segundo a autarquia, todas essas crianças estão obrigadas a trajar de branco na próxima segunda-feira, seja com recurso a vestidos próprios ou aos que a Câmara disponibiliza no banco de vestuário especificamente criado para empréstimo nesta ocasião.

No feriado, as cerimónias irão arrancar com um cortejo cívico durante a manhã, no qual as mais de 300 fogaceiras transportarão o voto desde a Câmara até à Igreja Matriz dos Loios, para devida bênção numa missa especial, mas o ponto alto da festa irá verificar-se à tarde, quando as mesmas meninas desfilarem pelo centro histórico transportando o pão doce à cabeça.

Outro destaque da programação de 2020 é o concerto "Variações Filarmónicas", que no dia 25 levará ao grande auditório do centro de congressos Europarque um espetáculo orquestral destinado a homenagear a vida e obra do músico português António Variações, (1944-1984), autor e intérprete de temas icónicos como "Estou além" e "O corpo é que paga".

Em declarações à Lusa, o vereador da Cultura, Gil Ferreira, explicou que o grande critério a motivar a escolha desse artista como base de um projeto sinfónico envolvendo centenas de instrumentistas foi o interesse partilhado em "fazer jus à memória, à vida e à obra de uma figura incontornável da cultura portuguesa".

O autarca defende que, ao nível da música Pop, António Variações "foi efetivamente alguém muito à frente do seu tempo" e, realçando que a obra desse intérprete e compositor "é intergeracional e transversal a distintas classes sociais", prevê que o espetáculo do dia 25 irá reunir no Europarque um público diversificado e abrangente.

O concerto levará ao palco 200 músicos das quatro bandas filarmónicas de Santa Maria da Feira - a Banda de Música de Arrifana, a Banda Musical de São Tiago de Lobão, a Banda Marcial do Vale e a Banda Musical de Souto - e contará também com convidados especiais como Joana Espadinha, Joana Almeirante, Goodfellas, Jaime Ribeiro e Luiz Ribeiro.

Outras iniciativas marcam ainda a programação de 2020 da festa em honra de São Sebastião, nomeadamente a exposição com 56 trajes de fogaceira reinventados por alunos das escolas e jardins-de-infância do concelho, e também por utentes das instituições locais de solidariedade social.

Essa mostra estará patente ao público no domingo e segunda-feira na Praça Gaspar Moreira, dando a conhecer reinterpretações do tradicional vestido das fogaceiras, na maioria das vezes com recurso a materiais reciclados.

Outras propostas do cartaz de 2020 são o espetáculo de teatro de revista "A Feira ainda está vida?", pelo grupo cénico do Orfeão da Feira, e o concurso de fotografia, desenho e vídeo promovido pelo Rotary Club da Feira.

Dirigida a jovens dos 15 aos 21 anos, essa competição implica inscrição prévia até sexta-feira e irá depois selecionar os melhores trabalhos realizados no próprio dia dos cortejos - no que a organização apela a registos inovadores sobre o centro histórico da cidade, a tradição das fogaceiras, a população local e o respetivo património.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho