Braga, quarta-feira

Festival Varandas em Casa anima a cidade com música, poesia e teatro

Regional

29 Março 2020

Redação

Cerca de 50 músicos bracarenses, incluindo alunos do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, actuam hoja a partir das próprias varandas. Objectivo é entreter quem está em casa com cultura.

Cerca de 50 artistas bracarenses, incluindo alunos do Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, actuam hoje, de manhá e à tarde, a partir das varandas e janelas das próprias casas.

As actuações inserem-se no Festival Varandas em Casa, que conta com o apoio da ‘zet gallery’ e do ‘dstgroup’ .

A nível nacional, o festival conta com cerca de uma centena de inscrições.

A solo ou em família, os artistas proporcionam espectáculos de música, poesia e teatro.

“Este ano a organização teve a ideia de alargar o espectáculo a várias localidades do país, e desafiou os artistas a usarem as próprias varandas e a fazerem espectáculos para os vizinhos.A ‘zet gallery’ e o ‘dstgroup’ cumprometeram-se a criar um nicho forte de artistas a partir de Braga e foi o que aconteceu. Tivemos cerca de 50 inscrições só aqui em Braga”, explicou ao ‘Correio do Minho’, Helena Mendes Pereira, directora e curadora da ‘zet gallery’.

A responsável destacou a presença de algumas instituições ligadas à cultura na cidade de Braga. “Participam vários elementos da Companhia de Teatro de Braga e vários alunos do Conservatório Calouste Gulbenkian de Braga, entre tantos outros participantes individuais, profissionais e amadores”.

Os espectáculos decorrem em dois momentos diferentes.

Às 11 horas decorre o ‘Varandinhas’, em que as varandas, pátios ou janelas serão o palco de apresentações, no quadro das artes do palco, para os mais novos, com uma duração de 10 a 30 minutos. À tarde, a partir das 17.30 horas, realiza-se a iniciativa ‘Varandas’, para um público mais velho, com apresentações entre os 15 e os 45 minutos.

A organização sugere que as actuações sejam gravadas para depois serem colocadas na ‘internet’. “As pessoas podem gravar para depois mostrarem aos vizinhos ou colocarem nas redes sociais. Nós, ‘zet gallery’ vamos fazer directos através das nossas página nas redes sociais (‘Facebook’ e ‘Instagram’ “, anunciou a directora Helena Mendes Pereira.

As gravações colocadas nas redes sociais devem ter as etiquetas (tag) do festival: @festivalvarandas #festivalvarandas #festivalvarandasemcasa #euficoemcasa #ficaemcasa #stayathome #stayhome.
O Festival Varandas em Casa tem como finalidade animar as pessoas que estão em casa, devido à pandemia do Covid-19, e proporcionar alguns momentos culturais, reforçando o movimento #fiqueemcasa.

“Se, em tempos de pandemia e isolamento, a cultura não nos unir, nada nos une. Com distância física mas unidos porque a cultura não pode parar. Nunca”, sublinha a directora e curadora da zet gallery.
Mirró Pereira, da Organização do Festival Varandas em Casa, frisou que “gostaríamos de não perder o foco no combate à solidão, na partilha dos artistas com o público, de vizinho para vizinho, tentando chegar mesmo àqueles que até por não terem internet ou redes sociais estão mais isolados do que nós.”

O Festival Varandas nasceu noPorto em 2012 e cruza teatro, música, poesia e novo circo, em eventos que transformam varandas em palcos de performances ao vivo.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho