Braga, segunda-feira

Flamengo anuncia saída de Jorge Jesus

Desporto

17 Julho 2020

Redação

O Flamengo anunciou hoje a saída de Jorge Jesus, com o clube brasileiro de futebol a dizer lamentar, mas respeitar a decisão do treinador português de rescindir contrato.

O Flamengo anunciou hoje a saída de Jorge Jesus, com o clube brasileiro de futebol a dizer “lamentar”, mas respeitar a decisão do treinador português de rescindir contrato.

“O Clube de Regatas do Flamengo informa que, em reunião realizada na tarde desta sexta-feira (17), o técnico Jorge Jesus comunicou que, exercendo seu direito contratual, está se desligando do clube para voltar para Portugal. Apesar de lamentar a perda de seu vitorioso técnico, o Flamengo respeita esta decisão pessoal”, pode ler-se numa nota publicada no sítio oficial do emblema carioca.

Depois de conquistar seis títulos em cerca de um ano, com destaque para a Taça Libertadores e o campeonato brasileiro, Jesus abandona o Flamengo pouco mais de um mês depois de ter renovado por um ano com o clube do Rio de Janeiro.

“Nos 13 meses que Jorge Jesus dirigiu nosso clube de futebol profissional, o Flamengo teve uma performance espetacular, conquistando a Taça Libertadores (2019), o Campeonato Brasileiro (2019), a Supertaça do Brasil (2020), a Supertaça sul-Americana (2020), a Taça Guanabara (2020) e, na quarta-feira (15), o Campeonato Carioca (2020)”, recorda o clube, agradecendo a Jesus e à sua equipa técnica em nome da direção e dos “42 milhões de rubro-negros que formam a maior torcida do Mundo”.

O Flamengo deseja ainda sucesso a Jorge Jesus, sem especificar qual será o futuro do técnico, que completa 66 anos dentro de uma semana e deverá regressar ao Benfica, que representou durante seis anos, entre 2009/10 e 2014/15.

Jesus começou a carreira no Amora, em 1989/90, e, depois, passou por Felgueiras, União da Madeira, Estrela da Amadora, Vitória de Setúbal, Vitória de Guimarães, Moreirense, União de Leiria, Belenenses e Sporting de Braga, antes de chegar à Luz.

No Benfica, conquistou 10 títulos, nomeadamente três campeonatos, uma Taça de Portugal, uma Supertaça e cinco edições da Taça da Liga.

Depois de se tornar o mais titulado treinador dos ‘encarnados’, que também levou a duas finais da Liga Europa, perdidas para Chelsea (2012/13) e Sevilha (2013/14), rumou ao Sporting, tendo passado ainda pelo Al-Hilal antes de chegar ao Flamengo.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho