Braga, sábado

Fogo em Mondim de Basto começa a ceder numa das duas frentes Proteção Civi

Regional

31 Julho 2020

Lusa

O incêndio que irrompeu pelo Monte Farinha a partir de Mondim de Basto, no distrito de Vila Real, está a ceder numa das frentes, continuando a não haver habitações em risco, disse à Lusa fonte da Proteção Civil.

"Continuamos com duas frentes ativas, com o fogo a arder com muita intensidade, mas o flanco de uma delas está a ceder aos meios", explicou a fonte da Proteção Civil de Vila Real.
 

No teatro de operações, acrescentou, estão 212 operacionais, apoiados por 58 viaturas e oito meios aéreos, reiterando "não haver" pelas 20:00 "habitações em perigo", admitindo, contudo, que o fogo possa chegar "à berma da aldeia de Vilar de Ferreiros".
 

"Está bastante vento, que não sendo muito forte ajudou a que o fogo subisse com muita facilidade pelo Monte Farinha e vai arder tudo. Aliás, já deu a volta. A encosta a sueste é batida pelo sol de tarde com toda a força e incêndio foi por ali acima, imparável", explicou o responsável.
 

O Santuário da Senhora da Graça, no topo do monte, devido "à sua construção granítica não está em perigo e estão, inclusive, lá 13 pessoas que se mantêm em segurança", assegurou, confirmando que o acesso ao topo "continuam cortados".
 

O alerta foi dado pelas 16:11.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho