Braga, segunda-feira

GNR apreende armas e medicamentos a suspeito de maus-tratos a animais em Amares

Regional

15 Dezembro 2020

Redação

A GNR apreendeu armas, munições e medicamentos de uso exclusivo veterinário a um homem de Amares suspeito de maus-tratos a animais de companhia, anunciou hoje aquela força.

A GNR apreendeu armas, munições e medicamentos de uso exclusivo veterinário a um homem de Amares suspeito de maus-tratos a animais de companhia, anunciou hoje aquela força.

Em comunicado, a GNR refere que o homem, de 51 anos, tinha vários cães sem qualquer tipo de registo, assim como animais doentes e feridos sem acesso ao devido tratamento médico-veterinário.

Foram realizadas duas buscas, uma domiciliária e uma num anexo, que resultaram na apreensão de quatro caçadeiras, duas carabinas, um silenciador para carabina, cerca de 600 munições de vários calibre e medicamentos de uso exclusivo veterinário.

“Foram ainda fiscalizados cerca de 80 cães, tendo sido detetadas várias infrações à legislação em vigor sobre a proteção e bem-estar de animais de companhia”, acrescenta o comunicado.

O homem, caçador, foi constituído arguido por maus-tratos a animais de companhia e posse de arma proibida.

Fonte da GNR disse que, pelo menos para já, os animais vão continuar à guarda do suspeito, porque, de acordo com a avaliação feita por um médico veterinário, nenhum deles necessitará de cuidados considerados “muito urgentes”.

No entanto, foi determinado ao arguido que providencie “de imediato” no sentido de corrigir as anomalias detetadas, designadamente ao nível da nutrição e do alojamento.

Há ainda animais que apresentam “algumas feridas que precisam de tratamento”.

“A situação vai ser acompanhada de perto e os animais poderão ser retirados a todo o momento, caso o arguido não dê cumprimento às ordens que lhe foram dadas”, acrescentou a fonte.

Os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Amares.

Deixa o teu comentário