Braga, quinta-feira

GNR deteve em Braga homem que estava fugido após furto na Póvoa de Lanhoso

Regional

16 Outubro 2020

Redação

A GNR deteve hoje, em Braga, o homem que estava fugido depois de alegadamente ter estado envolvido no furto de um automóvel na Póvoa de Lanhoso, disse fonte daquela força.

A GNR deteve hoje, em Braga, o homem que estava fugido depois de alegadamente ter estado envolvido no furto de um automóvel na Póvoa de Lanhoso, disse fonte daquela força.

Segundo a fonte, trata-se do mesmo homem que em 24 de setembro abandonou a namorada à porta do Hospital de S. João da Madeira, no distrito de Aveiro, após ter sido baleada, alegadamente pela PSP.

A mulher, de 23 anos, acabou por morrer.

Hoje, o suspeito, de 25 anos, terá participado, com outro homem, num furto num veículo na Póvoa de Lanhoso, no distrito de Braga.

A GNR terá dado ordem de paragem à viatura, furtada, em que seguiam os dois suspeitos, mas a ordem não foi acatada.

Os suspeitos puseram-se em fuga e foram perseguidos pela GNR, acabando por se despistar contra um muro em Adaúfe, Braga, onde um deles foi detido.

O outro fugiu, mas acabou por ser detido ao final da manhã.

Há registo de danos numa viatura da GNR, alegadamente provocados pelo veículo dos suspeitos.

Os detidos vão ser presentes a tribunal, para primeiro interrogatório e aplicação das respetivas medidas de coação.

Na madrugada de 24 de setembro, a PSP detetou uma viatura suspeita a circular numa área onde têm ocorrido vários furtos em viaturas, na Avenida do Vale, em São João da Madeira, "com as luzes desligadas, parando junto dos veículos estacionados".

Momentos depois, os agentes ouviram um ruído correspondente à quebra de um vidro de uma viatura ali parqueada, indiciando uma prática criminal, pelo que abordaram os seus ocupantes.

Durante a abordagem, a PSP diz que foram efetuados vários disparos pelos agentes, mas a viatura suspeita conseguiu fugir do local, sem que fosse possível deter os seus ocupantes.

“Posteriormente, deu entrada no Hospital de São João da Madeira uma cidadã com ferimento por arma de fogo, que se supõe estar relacionada com ocorrência descrita”, refere o comunicado, adiantando que a mulher entrou em paragem cardiorrespiratória e acabou por morrer no hospital.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho