Braga, sexta-feira

Grande Prémio de Literatura dst com candidaturas até 1 de Março

Diversos

06 Fevereiro 2021

Redação

Estão abertas, até 1 de Março, as inscrições para o Grande Prémio de Literatura dst, que este ano tem como objectivo premiar uma obra em prosa, publicada no biénio 2019/20.

Até ao próximo dia 1 de Março, estão abertas as candidaturas para a 26.ª edição do Grande Prémio de Literatura dst, um dos mais relevantes galardões na área das letras em Portugal. Este ano, com o prémio pecuniário no valor de 15 mil euros, será distinguida uma obra em prosa, publicada no biénio 2019/20.


Em comunicado à imprensa, o grupo dst realça que nesta 26.ª edição do prémio são considerados todos os domínios da prosa narrativa.


O júri, constituído por Vítor Manuel de Aguiar e Silva, José Manuel Mendes e Carlos Mendes de Sousa, escolherá as cinco obras finalistas do concurso até 1 de Maio de 2021, e a decisão final, por maioria ou unanimidade, será tomada até dia 15 do mesmo mês.
 

No entanto, o prémio poderá não será atribuído se o júri entender que nenhuma das obras a concurso o justifica. Aconteceu na edição de 2011.


O Grande Prémio de Literatura dst será entregue ao vencedor numa cerimónia a realizar durante a inauguração da Feira do Livro de Braga 2021, evento do qual o grupo dst é principal mecenas.
 

“A celebração da escrita enquanto veículo de progresso social encontra assim neste galardão um impulso decisivo para que os autores nascidos e residentes em Portugal encontrem um porto seguro para a sua criatividade e uma âncora para projectos futuros”, refere a mesma fonte, realçando que o regulamento do Grande Prémio de Literatura dst está disponível em gpl.dstsgps.com.
 

Funcionando de forma rotativa entre géneros, distinguindo numa edição uma obra em prosa e na seguinte uma em poesia, este galardão assume-se já como uma referência incontornável no panorama cultural nacional, contribuindo de forma decisiva para a promoção da leitura e do trabalho dos autores portugueses.


O Grande Prémio de Literatura dst já distinguiu nomes como Jacinto Lucas Pires, Francisco Duarte Mangas, Nuno Júdice, Maria Velho da Costa, Luísa Costa Gomes, Manuel Alegre, Mário Cláudio, Daniel Jonas, Lídia Jorge e, na edição das bodas de prata, o poeta José Guimarães.

Deixa o teu comentário