Braga, terça-feira

Grupos mostram reportório para cativar mais gente nova

Regional

13 Janeiro 2020

Redação

Altice Forum Braga acolheu, ontem à tarde, o XXXIII Encontro de Grupos de Reis. Em palco, estiveram 17 grupos do concelho, que foram aplaudidos por todos aqueles que encheram o auditório.

Alguns grupos participaram pela primeira vez, outros já fazem parte da ‘casa’ há muitos anos. E houve grupos ainda que trouxeram ao XXXIII Encontro de Grupos de Reis, que se realizou ontem no Altice Forum Braga, a música tradicional já com sotaque brasileiro. No final, todos foram unânimes ao considerar que este encontro é uma forma de manter as tradições e de chamar novos elementos.

O Grupo de Reis da Juventude Adventista de Braga foi o primeiro a pisar o palco, dos 17 grupos que animaram a tarde de ontem. Sinal dos tempos e do aumento de imigrantes brasileiros na cidade, o grupo cantou os Reis, já com o sotaque brasileiro a fazer-se notar.

Para o pastor da igreja, Elias Godoy, este XXXIII Encontro de Grupos de Reis é uma forma de mostrar o trabalho realizado. “Temos muitos jovens de várias nacionalidades e quisemos trazer a mensagem de Natal e de Ano Novo cheio de solidariedade, alegria, paz e boas relações entre as comunidades”, apelou o pastor. Entretanto, José Duarte, um dos elementos do grupo, admitiu que gostaram tanto da experiência que ficaram com o ‘bichinho’ e, no próximo ano, vão retomar a tradição de cantar os reis porta a porta.

Também a Rusga de Merelim S. Paio subiu ao palco do Altice Forum Braga pela primeira vez. A presidente, Conceição Luz, confidenciou o ‘nervoso miudinho’ sentido pelos elementos, defendendo que é com este tipo de iniciativas que “se consegue manter as tradições, bem como mostrar o trabalho realizado”. Conceição Luz foi mais longe: “tenho a certeza que este encontro vai marcar os elementos do grupo para toda a vida”.

Já o ensaiador do grupo, Fernando Machado, adiantou que em palco cantaram ‘De Belém Vimos’ e ‘Três reis do Oriente’, anunciando ainda um encontro de reis para o próximo dia 18 de Janeiro, em Merelim S. Paio.

Depois de ter participado há muitos anos neste encontro, também o Grupo Coral da Congregação do Espírito Santo do Seminário de Fraião, voltou a participar neste encontro. A maestrina, Maria João Pires, também defendeu que este tipo de eventos ajuda a dar visibilidade no grupo e mostra o trabalho realizado. O grupo, com 15 anos, habitualmente canta os reis porta a porta “para levar alegria à casa das pessoas”. “É assim que conseguimos chamar mais gente nova para o grupo para manter vivas as tradições”, confirmou.

Lídia Dias: “Este é um momento que nos une”

Porque “quem canta seus males espanta” e “cantar é rezar duas vezes”, a vereadora da Cultura da Câmara Municipal de Braga, Lídia Dias, desafiou ontem, na abertura do XXXIII Encontro de Grupos de Reis, jovens e menos jovens a integrarem as associações do concelho. “Em palco vamos ter pessoas boas, que trabalham todo o ano com a arte e acredito que a arte consegue ser transformadora, por isso, este é um momento que nos une às tradições e à nossa matriz”, frisou.

Visivelmente “feliz”, Lídia Dias, que falava para uma plateia que encheu o auditório do Altice Forum Braga, agradeceu a todos por “abraçar” uma tarde cheia de tradição. “Deixo aqui uma vénia e agradecimento a todos os grupos que participam neste encontro”, sublinhou a vereadora, justificando que este ano o encontro contou com mais grupos, porque alguns deles não conseguiram actuar na rua no âmbito do programa ‘Braga é Natal’. Em resposta à vontade de participar, Lídia Dias pediu ao público “entusiasmo, alegria e muitas palmas”, em jeito de agradecimento aos artistas.

A vereadora aconselhou ainda que “não vale ficar em casa”, porque “é tempo de conviver e de nos darmos uns com os outros”. Lídia Dias deixou ainda o apelo: “este é tempo de partilha, solidariedade e amor e isso está nos pequenos gestos que vamos dando aos outros”.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho