Braga, sábado

Guimarães ganha em 2022 residência universitária privada com 632 camas

Regional

29 Dezembro 2020

Redação

O concelho de Guimarães vai ter uma residência universitária privada de referência mundial, com 632 camas, num investimento de 15 milhões de euros, anunciou hoje o município.

O concelho de Guimarães vai ter uma residência universitária privada “de referência mundial”, com 632 camas, num investimento de 15 milhões de euros, anunciou hoje o município.

Em nota publicada na sua página de Facebook, o município acrescenta que a obra terá início na primavera de 2021 e deverá ficar pronta no outono de 2022.

A residência ficará situada na freguesia de Azurém, a 650 metros da Universidade do Minho.

“O projeto, em fase de aprovação final na Câmara Municipal, prevê a instalação de quartos diferenciados, zonas de estudo e de convívio, refeitório, salas de televisão, cinema e gaming, ginásio e lavandaria, entre outras comodidades”, refere ainda o comunicado.

Segundo o município, o equipamento vai resultar da adaptação de uma unidade empresarial “em residência universitária de referência mundial”.

As 632 camas vão fazer parte do projeto “Coletivo de Azurém”, uma residência de estudantes que segue o formato internacional “Purpose Built Student Accomodation”, alojamento especificamente pensado para estudantes.

Deixa o teu comentário