Braga, quinta-feira

Guimarães lamenta morte de Ribeiro da Silva, um dos melhores do concelho

Regional

08 Outubro 2020

Redação

O Município de Guimarães lamentou hoje a morte do advogado e político Fernando Alberto Matos Ribeiro da Silva, considerando que o concelho perdeu um dos seus melhores".

O Município de Guimarães lamentou hoje a morte do advogado e político Fernando Alberto Matos Ribeiro da Silva, considerando que o concelho perdeu “um dos seus melhores".

Em comunicado, o Município refere que Ribeiro da Silva “terá sempre lugar destacado” na história de Guimarães, concelho de onde era natural.

Antigo governador civil de Braga, Fernando Alberto Matos Ribeiro da Silva morreu na madrugada de hoje, aos 89 anos.

Para a Câmara de Guimarães, trata-se de uma “figura marcante” da vida do concelho, particularmente dos anos da democracia local pós 25 de abril de 1974.

Exerceu funções dirigentes em grande número das principais instituições sociais, culturais e desportivas vimaranenses, entre as quais Rotary Clube, Vitória Sport Clube, Desportivo Francisco de Holanda, Santa Casa da Misericórdia, Lar de Santa Estefânia, Sociedade Martins Sarmento e Assembleia de Guimarães.

“Mas a sua primeira ação marcante na vida pública local foi quando, a 10 de dezembro de 1970, liderou o movimento ‘Unidade Vimaranense’, sendo o primeiro presidente da associação cívica então criada, ainda em tempo anterior à democracia. As suas qualidades de bairrista, interventor na defesa de Guimarães, foram então particularmente manifestadas na defesa da localização em Guimarães da Universidade do Minho, na instalação do Parque Industrial de S. João de Ponte, entre outras veementes tomadas de posição”, sublinha o comunicado.

Em 1974, logo após a revolução de abril, Ribeiro da Silva liderou a instalação da concelhia de Guimarães do Partido Popular Democrata (PPD), hoje PSD.

Liderou a lista do PSD às primeiras eleições autárquicas em Guimarães em 1976, tendo sido eleito vereador da Câmara Municipal.

Em 1979, foi nomeado pelo primeiro governo da Aliança Democrática (AD), presidido por Francisco Sá Carneiro, Governador Civil de Braga, cargo que voltaria a desempenhar durante os governos presididos por Aníbal Cavaco Silva.

O seu contributo cívico a Guimarães foi reconhecido pelo Município em 2008, com a atribuição da Medalha de Ouro da Cidade.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho