Braga, sábado

Guitarrista bracrense Artur Caldeira acaba de lançar novo álbum

Regional

30 Janeiro 2021

Redação

O músico Artur Caldeira acaba de lançar um novo disco, o terceiro da colectânea Saber Ouvir, mas dedicado às Obras Portuguesas de Guitarra Clássica. O CD está disponível nas plataformas digitais de música e pode ser adquirido ao guitarrista.

O guitarrista bracarense Artur Caldeira dá ‘corpo e alma’ ao terceiro disco da colectânea ‘Saber Ouvir - Obras Portuguesas para Guitarra Clássica’, que acaba de ser lançado, com a interpretação de 14 temas especiais que aludem à “portugalidade”. As músicas estão disponíveis nas várias plataformas digitais como o ‘Spotify’ e ‘Apple Music’, mas quem quiser pode adquirir o disco, contactando o artista via Facebook ou por e-mail arturcaldeira@gmail.com.

Gravado durante o período da pandemia de Covid-19, Artur Caldeira interpreta neste disco, à luz da sua guitarra e a solo, temas seleccionados de compositores portugueses, designadamente de José Duarte Costa, António Victorino de Almeida, Artur e Carlos Paredes e Fernando Lapa. Os últimos três temas do álbum são trios de guitarra, que contam com a participação de Daniel Paredes e Gil Godinho.

O disco deambula entre a música erudita e a música popular, mas é, no fundo, uma homenagem à guitarra e aos compositores portugueses. “Para este meu álbum seleccionei compositores portugueses, cuja música remete para um certo sentido de ‘portugalidade’, um sentimento que só nós, portugueses, é que sabemos como é que o vivemos, uma mistura de alguma nostalgia e saudade”, desvenda o músico bracarense.

“Há até algumas peças como ‘Balada da Solidão’ e ‘Ansiedade’, do compositor José Duarte Costa, que se reportam também a este tempo que vivemos de pandemia e de confinamento”, aponta o guitarrista, frisando que “este é um disco de guitarra clássica para músicos, mas sobretudo para o público que gosta de música portuguesa”.

Este álbum de Artur Caldeira, dedicado às ‘Obras Portuguesas para Guitarra Clássica’, é precisamente o terceiro disco da colectânea ‘Saber Ouvir’. O trabalho do músico bracarense partiu de um convite de Miguel Leite, director da ‘MotionArt’, que gere uma colecção de discos sobre música portuguesa e de Litó Godinho, produtor de vários eventos guitarrísticos no país, como o Festival de Guitarra de Santo Tirso, o Festival Internacional de Guitarra da Trofa ou o I Concurso Internacional de Composição para Guitarra de Portugal, que teve lugar há cerca de um ano no Seixal. “Ambos me desafiaram para fazer uma selecção do repertório de compositores portugueses para este CD dedicado especialmente à guitarra clássica”, indicou.

Neste disco, o músico bracarense inclui ainda uma interpretação sua da ‘Fantasia’ do maestro Vitorino d’Almeida, apre- sentando uma revisão da obra já editada para guitarra, que foi, inclusive, avalizada pelo próprio compositor.

As últimas três faixas do novo disco do músico Artur Caldeira são os trios de guitarra compostos por Fernando Lapa, que sendo de Vila Real, dirigiu durante vários anos o Coro Académico da Universidade do Minho, tendo por isso uma grande ligação à cidade de Braga.

“A edição deste disco ‘Saber Ouvir - Obras Portuguesas para Guitarra Clássica’ é da Motion- Art, mas conta com os apoios especiais da Sociedade Portuguesa de Autores, da ‘Antena 2’ e da Câmara Municipal de Braga - e este apoio da autarquia às actividades culturais é, sem dúvida, uma grande mais-valia, sobretudo nesta fase de pandemia”, sublinha o guitarrista bracarense.

Deixa o teu comentário