Braga, quarta-feira

Homem acusado de matar mulher em Vieira do Minho conhece sentença em 15 de junho

Regional

29 Maio 2020

Redação

O Tribunal de Braga marcou hoje para 15 de junho a leitura do acórdão de um homem suspeito de assassinar a mulher, por asfixia, na residência do casal em Salamonde, Vieira do Minho, disse fonte judicial.

O Tribunal de Braga marcou hoje para 15 de junho a leitura do acórdão de um homem suspeito de assassinar a mulher, por asfixia, na residência do casal em Salamonde, Vieira do Minho, disse fonte judicial.

Segundo a fonte, nas alegações finais, o Ministério Público pediu a condenação do arguido por homicídio qualificado, apontando uma pena de 18 anos de prisão, enquanto a defesa advogou que o tribunal deve decidir pela absolvição.

O crime ocorreu ao início da noite de 06 de março de 2019, num quadro de violência conjugal, resultante de suspeitas de infidelidade.

Segundo a acusação, o arguido, motorista profissional, apertou o pescoço da mulher, causando-lhe a morte, por asfixia.

Nesse mesmo dia, foi entregar-se à GNR de Braga.

Paralelamente à acusação, o Ministério Público requereu a “indignidade sucessória” do arguido, relativamente à sucessão aberta pela morte do cônjuge.

A defesa assume que o arguido deitou “a mão ao pescoço” da mulher e que a deixou inanimada.

Alega que a mulher tinha um problema respiratório grave e que pelas 03:00 ou 04:00 do dia seguinte a mulher ainda estava viva.

Diz ainda que no local também se encontrava o alegado “amante” da vítima, tendo sido ele quem deu o alerta às autoridades.

O casal esteve emigrado duas décadas em Inglaterra, mas voltou a Portugal em 2017, abrindo em Vieira do Minho, no distrito de Braga, uma unidade de alojamento local e um restaurante.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho