Braga, segunda-feira

Hospital: Covid-19: hospital articula plano com ACES

Regional

06 Agosto 2020

Redação

Unidade hospitalar está a delinear plano de contingência com os Cuidados de Saúde Primários. Há dois doentes internados com Covid em Braga.

O Hospital de Braga, em articulação com o ACES - Agrupamento de Centros de Saúde de Braga, está a preparar o seu Plano de Contingência para fazer face aos tempos difíceis que se avizinham por causa do provável aumento do número de casos da Covid-19.


“Já começamos a reunir com o ACES no sentido de preparar os planos de contingência”, confirmou aos jornalistas, à margem da cerimónia entrega de Legos por parte uma instituição inglesa ao serviço de Pediatria, o presidente Conselho de Administração do Hospital de Braga.
 

João Porfírio Oliveira revelou que esta articulação com os Cuidados de Saúde Primários é de suma importância. “São importantes não só como primeira linha, mas também no inverso, ou seja, quando os doentes tiverem alta poderem ser acompanhados pelos cuidados primários já com tudo acertado. É fundamental para libertar camas e atender mais doentes”, diz o dirigente.


João Porfírio Oliveira revela ainda que Hospital de Braga está a preparar um plano de comunicação que será dado a conhecer a breve prazo “já a pensar naquilo que vai ser um momento que acreditamos complexo, onde se vão conjugar os efeitos da gripe, os cuidados respiratórios e o Covid”.
 

“Estamos muito focados em começar já a preparar esse plano, embora Setembro seja o mês do grande momento para ultimar estas propostas”, continua o administrador, adiantando que só nessa altura será analisado o número de camas que o hospital irá disponibilizar para os doentes Covid.


Actualmente a unidade bracarense tem ao dispor uma ala específica para os doentes Covid, com pouco mais de 30 camas. “Não está a ser usada só para o Covid”, diz a propósito o dirigente já que até esta terça-feira o hospital registava apenas dois doentes internados infectados pelo novo coronavírus.


A directora do Serviço de Pediatria do Hospital de Braga confirmou também que a unidade bracarense não teve, até à data, nenhuma criança internada com Covid-19, tendo no entanto, diagnosticado cerca de duas dezenas de casos positivos desde o despoletar da pandemia “mas sem necessidade de internamento”, tendo sido tratadas em ambulatório.


Almerinda Barroso Pereira frisou, contudo, os efeitos nefastos que o confinamento provocou, sobretudo nos adolescentes, a nível psicológico. “Temos muitos problemas psicológicos e psiquiátricos nesta faixa etária por causa do confinamento”, confirma a directora.
 

“As crianças mais pequenas não têm sentido tanto o impacto da pandemia. No entanto, temos relatos de famílias de crianças de infantário que se queixam da falta que elas sentem de brincar com outras crianças”, continua Almerinda Barroso Pereira, so serviço de Pediatria.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho