Braga, sexta-feira

Humaniza-te é o compromisso do Hospital da Senhora da Oliveira

Regional

12 Fevereiro 2020

Lusa

Comissão Humanização do Hospital da Senhora da Oliveira aproveitou o Dia Mundial do Doente para dar a conhecer os vários eixos da sua intervenção. Equipa já está a trabalhar.

A remodelação do hall de entrada e uma campanha para a promoção do silêncio nos espaços hospitalares são duas de várias medidas que a Comissão de Humanização do Hospital da Senhora da Oliveira, em Guimarães, se propõe concretizar em nome da humanização.


O Hospital da Senhora da Oliveira (HSOG) aproveitou ontem o Dia Mundial do Doente para apresentar a Comissão de Humanização que já começou a trabalhar sob o mote “Humaniza-te HSO”.
 

A Comissão de Humanização nasce de um compromisso assumido pelo HSOG com o Ministério da Saúde em que se a unidade de saúde se compromete a dar resposta à humanização em todas as áreas do hospital, explicou ontem a enfermeira-directora, Ana Luísa Bastos.
 

Ana Luísa Bastos assume que o objectivo é transformar o HSOG numa “organização positiva onde doentes e profissionais gostem de estar e se sintam bem”.


O primeiro passo foi a constituição de uma equipa que integra representantes dos diferentes grupos profissionais do hospital.
 

A intervenção começa pelo hall de entrada do hospital tendo em vista encaminhar os utentes e, dentro do possível, desviá-los deste espaço para eliminar ruídos, o que entronca num segundo eixo de intervenção que passa por uma campanha para promoção do silêncio nos espaços hospitalares que inclui a criação de uma mascote


O ruído constitui uma das principais queixas dos utentes, impondo-se mais silêncio para profissionais e utentes.


A actualização da sinalética hospitalar é outra acção prevista pela Comissão de Humanização, a par de um vídeo institucional e de formações em comunicação.

Deixa o teu comentário