Braga, quinta-feira

INE revê em baixa inflação de outubro para 10,1%

Economia

11 Novembro 2022

Lusa

A variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) foi de 10,1% em outubro, taxa inferior em 0,1 pontos percentuais à estimativa divulgada no final desse mês, a mais alta desde maio de 1992, anunciou hoje o INE.

“Com arredondamento a uma casa decimal, esta taxa é inferior em 0,1 pontos percentuais à estimativa rápida divulgada a 28 de outubro, embora a diferença tenha sido efetivamente de apenas 0,01 pontos percentuais”, refere o Instituto Nacional de Estatística (INE).
 

O indicador de inflação subjacente (IPC excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) registou uma variação homóloga de 7,1%, taxa superior em 0,2 pontos percentuais à registada em setembro. Segundo o INE, "este é o valor mais elevado registado desde janeiro de 1994".

Deixa o teu comentário