Iniciativa Liberal apresenta propostas com base em “visão realista” da região

Regional

12 Fevereiro 2024

Joana Russo Belo Joana Russo Belo

Lista do partido concorrente às eleições para a Assembleia da República apresenta Rui Rocha como número um. Presidente da Iniciativa Liberal encabeça candidatura pelo círculo eleitoral de Braga. Olga Baptista é a número dois.

É uma missão que tem por base uma “visão realista” da região, por forma a combater os principais problemas. A Iniciativa Liberal assume com ambição a lista concorrente às próximas eleições de 10 de Março à Assembleia da República, voltando a apresentar Rui Rocha como cabeça-de-lista.


O presidente da Comissão Executiva do partido e deputado desde 2022, encabeça a candidatura da Iniciativa Liberal pelo círculo de Braga, tal como aconteceu no último acto eleitoral de Janeiro de 2022 e do qual resultou a sua eleição como deputado na Assembleia da República. Em segundo lugar da lista, a Iniciativa Liberal apresenta Olga Baptista, coordenadora do Núcleo de Braga, seguida de Pedro Teixeira Santos, coordenador do Núcleo de Guimarães, sendo que, em quarto lugar, surge Pedro Pinheiro, do Núcleo Territorial de Famalicão.
 

“Nestas eleições, não elegemos apenas os representantes de cada distrito, mas sim, o rumo que queremos para a região e para o país nos próximos anos. As propostas apresentadas pela Iniciativa Liberal têm como base uma visão realista dos problemas da região e do país e respondem às dificuldades que todos os dias afectam os portugueses”, sublinhou Olga Baptista, em nota de imprensa enviada após a entrega da candidatura no Tribunal de Braga.


Para a candidata, “a Assembleia da República deve estar próxima das pessoas e deve espelhar a região”.


“Foi esse o princípio que me fez abraçar este desafio com responsabilidade e optimismo. A Iniciativa Liberal representará a região na Assembleia da República, irá pensar e agir daqui para Lisboa e não o contrário, como, infelizmente, tem aconte- cido com os últimos deputados eleitos nas últimas décadas”, criticou Olga Baptista.
 

Na lista apresentada estão representados os cinco núcleos territoriais do partido existentes no distrito: Braga, Guimarães, Famalicão, Barcelos e Vila Verde.
 

Partido já anda na rua pelo distrito em contacto com a população e, na passada quarta-feira, a comitiva liberal, representada por Olga Baptista, passou por Vila Verde, onde esteve reunida com várias associações e também com a presidente da câmara municipal, Júlia Fernandes, onde foram discutidas as dificuldades do município no que toca à mobilidade.


“A variante à EN 101 continua sem financiamento e é assim um dos principais estrangulamentos que afectam o município”, realça a Iniciativa Liberal.
 

Desafios “urgentes” da habitação à mobilidade e saúde
 

Olga Baptista, coordenadora do Núcleo de Braga da Iniciativa Liberal, lembra que o partido apresenta propostas “para enfrentar desafios urgentes”, como, por exemplo, “a habitação, onde propomos soluções que visam aumentar a disponibilidade de casas no mercado”.


Na área da saúde, “sugerimos a adopção do modelo de Parcerias Público-Privadas (PPP) para o Hospital de Braga, que demonstrou resultados claramente melhores do que os actuais”.


Em termos de mobilidade, prossegue a candidata, “pretendemos uma solução adequada que permita a fixação de pessoas em municípios historicamente menos povoados, fomentando o desenvolvimento dessas regiões”.


O crescimento económico será também uma prioridade: “teremos que aproveitar todo o potencial geoestratégico, económico e empresarial da região para um crescimento sustentável”. Em termos de missão, a IL “continuará, passo a passo, à procura das melhores soluções que possam colocar Portugal a crescer”.

Deixa o teu comentário