Braga, quarta-feira

Investimento de 10,5 milhões leva água potável a mais 1.200 fogos

Regional

25 Junho 2021

Joana Russo Belo Joana Russo Belo

José Maria Costa inaugurou os Sistemas de Abastecimento de Água em Alta e Baixa, na freguesia de Deocriste, cerimónia que contou com a secretária de Estado do Ambiente, Inês dos Santos Costa.

É um investimento de 10,5 milhões de euros em abastecimento de água, que vai permitir o acesso a água potável a mais 1.200 fogos do concelho de Viana do Castelo. A garantia foi deixada pelo presidente da câmara municipal, José Maria Costa, durante a inauguração dos Sistemas de Abastecimento de Água em Alta e Baixa, na freguesia de Deocriste, cerimónia que contou com a presença da secretária de Estado do Ambiente, Inês dos Santos Costa.


“Este é um projecto para assegurar o futuro”, frisou o autarca, revelando que serão investidos 5,7 milhões de euros no abastecimento em alta, para construção de reservatórios e adutoras, e 2,4 milhões na eficiência hídrica.


Para José Maria Costa, esta inauguração representou a celebração de uma “verdadeira parceria entre o Estado central e a administração local para a resolução de problemas”. “Aderimos à Águas do Alto Minho (ADAM) com a percepção clara de que estávamos a aderir ao futuro da nossa população”, realçou.


Também a secretária de Estado do Ambiente considerou ser “um dia especial, porque celebramos um passo muito importante nesta colaboração”.


Já o presidente executivo da Águas do Alto Minho, João Neves, lembrou que estão programados investimentos na ordem dos 36 milhões de euros nos sete municípios que pertencem à ADAM: 14 milhões de euros para eficiência hídrica, com o objectivo de melhorar a rede que já existe, reduzir perdas e melhorar a qualidade da água; e 21 milhões para expansões de rede e aumento das taxas de cobertura.


“Este é o campeonato que gostamos de jogar. Vamos entrar a jogo para fazer aquilo que fazemos melhor, que é operar o sistema de abastecimento de água”, frisou.


Inauguração foi um momento de especial emoção para o presidente da União das Freguesias de Subportela, Deocriste e Portela Susã, David Veiga, “ficará registado a letras de ouro nos anais da nossa freguesia”, já que a empreitada era um anseio da população há quarenta anos, beneficiando 300 fogos de Deocriste.


Ricardo Pais e Pedro Mexia na Escola de Verão para Actores de Viana do Castelo.


O encenador Ricardo Pais, antigo director artístico do Teatro Nacional de S. João, e Pedro Mexia, cronista e consultor cultural do Presidente da República, participam na 7.ª edição da Escola de Verão para Actores, que se realiza de 20 a 29 de Julho, no Teatro Municipal Sá de Miranda, em Viana do Castelo. 


Dirigida pelo encenador espanhol Guillermo Heras e organizada pelo Teatro do Noroeste - Centro Dramático de Viana, com apoio da autarquia, a Escola de Verão para Actores é uma formação de dez dias, com alojamento incluído, para actores profissionais e estudantes de teatro, numa experiência que junta profissionais de teatro de todo o país e estrangeiro.


Este ano, a iniciativa conta também com aulas de movimento por Isabel Barros, coreógrafa e directora do Balleteatro e directora artística do Teatro de Marionetas do Porto; oralidade com João Henriques, docente na Escola Superior de Teatro e Cinema, de Lisboa, e sessões sobre o tema espacialidade, com Ricardo Simões, actor, dramaturgo, encenador e director artístico do Teatro do Noroeste - Centro Dramático de Viana.


A 7.ª edição da Escola de Verão para Actores tem um limite de dez vagas para participantes  e 25 para assistentes. Candidaturas decorrem até 2 de Julho, em www.tmsm.pt.

Deixa o teu comentário