Japão emite alerta de tsunami após sismo de magnitude 7,4

Internacional

01 Janeiro 2024

Lusa

As autoridades japonesas emitiram hoje um alerta de tsunami após um sismo de magnitude 7,4 ocorrido na região de Ishikawa, no centro da ilha de Honshu, a principal do país.

A agência meteorológica japonesa registou o sismo na península de Noto, na prefeitura de Ishikawa pelas 16:10 locais (07:10 em Lisboa), a pouca profundidade.
 

Pelas 16:40 registou uma forte réplica.
 

A televisão estatal NHK TV alertou para ondas que podem atingir os cinco metros em praticamente todo o litoral ocidental e apelou à população para subir para zonas elevadas ou para o topo dos edifícios o mais depressa possível.
 

As primeiras ondas, com cerca de 1,2 metros de altura, chegaram à cidade de Wajima, cerca de 500 quilómetros a oeste de Tóquio, pelas a 16:21 (7:21 em Lisboa), disse a HNK, que ativou a programação de emergência.
 

As autoridades advertiram que a estas primeiras ondas podem seguir-se outras muito mais altas.
 

Outras localidades das prefeituras de Ishikawa ou Niigata registaram aumentos da maré de entre 540 e 80 centímetros.
 

A área inclui uma central nuclear, cuja operadora, a Tokyo Electric Power Co., disse estar a verificar eventuais problemas, mas afirmou não ter registado irregularidades no imediato.
 

O gabinete do primeiro-ministro, Fumio Kishida, convocou um gabinete de crise para gerir a situação.
 

O Japão é um país sujeito a sismos. Em março de 2011, um grande terremoto seguido de tsunami provocou um acidente nuclear grave em Fukushima.

Deixa o teu comentário