Braga, terça-feira

João Granja sucede a Hugo Soares na liderança do PSD/Braga

Regional

11 Novembro 2020

Redação

Nova comissão política concelhia do PSD integra vereadores e presidentes de Junta. João Granja volta à liderança da Secção com o objectivo de reeleger Ricardo Rio para um terceiro mandato na Câmara.

João Granja é o sucessor anunciado de Hugo Soares na liderança da comissão política concelhia de Braga do PSD. O líder da bancada social democrata na Assembleia Municipal era até ontem o único candidato à presidência da concelhia, nas eleições que decorrem esta sexta-feira, dia 13 de Novembro.

A lista liderada por João Granja, para além de ter o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, como primeiro subscritor, apresenta Rui Morais e João Marques como candidatos às duas vice-presidências. O vereador João Rodrigues faz também parte da candidatura à comissão política concelhia.

João Correia e Sandra Cerqueira recandidatam-se ao cargos de secretário e tesoureira numa lista que integra todos os presidentes de Junta de Freguesia militantes do PSD.
João Granja é um dos actuais vice-presidentes da ‘concelhia’ do PSD.

Fonte da candidatura adiantou ontem que “redesenha-se assim uma união forte, por via de uma combinação de experiência e de sangue novo, em torno da recandidatura de Ricardo Rio a um terceiro mandato, com o objectivo de um aumento do número de eleitos na Assembleia Municipal e do número de executi-vos de freguesia liderados pela coligação Juntos por Braga”.

A mesma fonte adiantou que “unir o partido, abrindo-o à sociedade civil e à juventude é de resto um dos principais compromissos desta lista.”

As eleições para os órgãos concelhios do PSD decorrem entre as 17h00 e as 21h00 desta sexta--feira, na sede concelhia do partido.

A actual mesa da assembleia de secção rencandidata-se a um novo mandato: Américo Afonso (presidente), Olga Pereira (vice--presidente) e Eva Sousa (secretária).

Atendendo à recomendação da comissão política nacional do PSD no sentido de evitar actos eleitorais internos em 2021, ano de eleições autárquicas, o actual mandato dos órgãos concelhios que terminaria no mês de Fevereiro foi voluntariamente encurtado.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho