Braga, sexta-feira

João Henriques quer continuar série de triunfos em casa frente ao Rio Ave

Desporto

12 Fevereiro 2021

Lusa

O treinador do Vitória de Guimarães, João Henriques, afirmou hoje que a equipa minhota quer "dar seguimento" aos recentes triunfos em casa no sábado, frente ao Rio Ave, em jogo relativo à 19.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Apesar dos empates somados nas duas jornadas anteriores, ambas fora, com Benfica (0-0) e Belenenses SAD (1-1), o conjunto vimaranense permanece invicto há seis jogos e deseja repetir os resultados dos últimos dois em casa, frente a Nacional (3-1) e Marítimo (1-0), sublinhou o técnico.
 

"Prevejo um jogo difícil. Em todos eles, é difícil conquistar os três pontos. Vimos de uma boa sequência sem perder. Em casa, temos conseguido vitórias. Queremos voltar a vencer, para dar consistência ao nosso trajeto", realçou, na conferência de antevisão do encontro marcado para as 18:00.
 

Sexto classificado da tabela, com 31 pontos em 17 jogos, o Vitória vai receber um adversário que ocupa o 10.º posto, com 19 pontos, e que, para João Henriques, está à "procura de se reencontrar" com o treinador Miguel Cardoso, olhando para o que fez em anos anteriores e especialmente na época passada, quando ficou em quinto lugar e obteve o apuramento para a segunda pré-eliminatória da Liga Europa.
 

"[O Rio Ave] teve um início de época mais atípico do que o normal, mas, com um novo treinador, está à procura de se reencontrar. Tem um treinador conhecedor do Rio Ave por dentro. Estará a tentar repor alguma normalidade face ao que têm sido os últimos anos no clube", observou.
 

Satisfeito por contar de novo com André André, médio "experiente" que dá "estabilidade à equipa" e que falhou o duelo com os ‘azuis' por castigo, o ‘timoneiro' vitoriano reconheceu também que os quatro extremos de que dispõe - Quaresma, Rúben Lameiras, Marcus Edwards e Rochinha - lhe permitem "abordar cada jogo de diferentes formas".
 

Questionado a propósito de o Vitória desejar o quinto lugar no final da época ou algo mais, João Henriques frisou que o clube tem uma "ambição realista" de, na segunda volta, "melhorar" os 30 pontos da primeira, numa época "atípica", em que é preciso "gerir bem o grupo e "saber dosear as cargas de treino" face à duração mais curta da I Liga - setembro a maio - e à pandemia de covid-19.
 

"Nunca estaremos satisfeitos com o lugar que temos. Enquanto tivermos equipas à frente, vamos tentar alcançá-las. Em todos os jogos, vamos tentar fazer melhor. Se empatamos contra uma equipa na primeira volta, vamos tentar ganhar na segunda. Se perdemos contra uma equipa na primeira volta, vamos tentar melhor. Não temos limites máximos", disse.
 

O técnico, de 48 anos, realçou ainda que a interdição do Estádio Nacional, decretada pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional na terça-feira devido à falta de condições do relvado, veio demonstrar que tinha "razão" nas críticas que fez antes e depois do jogo com o Belenenses SAD.
 

Também questionado acerca da sugestão dada na quinta-feira pelo treinador do Benfica, Jorge Jesus, para uma reunião entre os técnicos da I Liga com vista à melhoria do futebol português, o técnico vitoriano mostrou-se disponível para "essa reflexão".
 

O Vitória de Guimarães, sexto classificado da I Liga, com 31 pontos, recebe o Rio Ave, 10.º, com 19, em partida da 19.ª jornada, agendada para as 18:00 de sábado, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, com arbitragem de Gustavo Correia, da Associação de Futebol do Porto.

Deixa o teu comentário