Braga, sábado

Joaquim Evangelista reconduzido como presidente do sindicato dos futebolistas

Desporto

22 Abril 2021

Lusa

Joaquim Evangelista foi reeleito na quarta-feira como presidente do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) para o quadriénio 2021-2025, ao vencer Ibraim Cassamá com 98% dos votos, de acordo com os resultados hoje divulgados pela estrutura sindical.

A lista A, liderada por Joaquim Evangelista, recebeu 521 votos (98%), contra 10 da lista B (2%, encabeçada por Ibraim Cassamá), anunciou hoje o reeleito presidente da Mesa da Assembleia-Geral (MAG), João Nogueira da Rocha, em comunicado.
 

Joaquim Evangelista, de 54 anos, recandidatou-se pela quinta vez à presidência do SJPF, que lidera há 17 anos, após ter sido cooptado para render António Carraça em maio de 2004, quando este assumiu funções diretivas no Benfica.
 

O advogado encarou uma inédita oposição por parte da candidatura “De Jogadores para Jogadores”, liderada pelo luso-guineense Ibraim Cassamá, atleta do Real Massamá, do Campeonato de Portugal, e Ana Filipa Lopes, conhecida por Tita, que atua no Condeixa, da Liga feminina.
 

Além de Joaquim Evangelista, o nono presidente da história do Sindicato, a lista “Pelo jogador. Pelo futebol” reúne os atletas Pizzi (Benfica) e Tarantini (Rio Ave), ambos da I Liga, e os ex-internacionais portugueses José Carlos e Carla Couto na estrutura diretiva.
 

João Nogueira da Rocha permanece à frente da MAG no quadriénio 2021-2025, com Rui Patrício (Wolverhampton, Inglaterra) e o ex-internacional Ricardo, tal como João Mário (Sporting), Beto (Farense) ou João Meira (Cova da Piedade) no Conselho Fiscal.
 

Já o lote de suplentes aos órgãos sociais engloba alguns jogadores a alinhar na I Liga, casos do brasileiro Rafael Bracali (Boavista), de Ricardo Alves (Tondela) e dos internacionais lusos Silvestre Varela (Belenenses SAD) e Sílvio (Vitória de Guimarães).
 

Da II Liga surgem os também internacionais Edinho (Cova da Piedade) e Gonçalo Brandão (FC Porto B), o guineense Abel Camará (Mafra), o angolano Mateus (Penafiel), Fernando Ferreira (Académico de Viseu), Nuno Coelho (Desportivo de Chaves), Gilberto (Covilhã), Gonçalo Santos (Vilafranquense), Cris (Feirense) e Ricardo Nunes (Varzim).
 

Diogo Valente (Sporting de Espinho), Tiago Maia (Louletano) e Luís Pinto (Alverca) representam o Campeonato de Portugal, enquanto a internacional Edite Fernandes (Futebol Benfica) e Micaela Matos (ex-Famalicão) caracterizam o futebol feminino.
 

Fábio Martins (Al-Shabab, Arábia Saudita) e João Aurélio (Pafos, Chipre) são os únicos atletas da candidatura de Joaquim Evangelista a competir no estrangeiro, juntando-se ainda a Paulo Sérgio (ex-Bali United, Indonésia) na retaguarda dos corpos sociais.

Deixa o teu comentário