Braga, sexta-feira

Julgamento de autarca de Vila Verde acusado de prevaricação arranca quarta-feira

Regional

04 Fevereiro 2020

Lusa

O Tribunal Judicial de Braga começa na quarta-feira a julgar o atual presidente da Câmara de Vila Verde, António Vilela (PSD), por alegado favorecimento de uma candidata num concurso público aberto em 2009.

O autarca vai responder por um crime de prevaricação.
 

Na altura dos factos, António Vilela era vice-presidente da Câmara de Vila Verde.
 

No processo, são também arguidos os três elementos do júri do concurso, entre os quais o então vereador António Zamith Rosas.
 

Em causa está um concurso para chefe da Divisão Financeira do município.
 

A acusação considera indiciado que Vilela, com a colaboração dos demais arguidos, beneficiou nesse procedimento a candidata a quem pretendia entregar o referido lugar.
 

Para o efeito, segundo o Ministério Público, foram estabelecidos “desnecessários requisitos formais de provimento e injustificadas condições preferenciais específicas, para adequar o procedimento concursal ao perfil académico e de formação da referida candidata”.
 

Após a acusação, os arguidos pediram abertura de instrução, para tentarem evitar a ida a julgamento, mas sem sucesso.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho