Braga, terça-feira

Lar da Misericórdia de Barcelos com 73 infetados com o novo coronavírus

Regional

15 Dezembro 2020

Redação

A Santa Casa da Misericórdia de Barcelos tem um surto ativo de covid-19 no Lar Nossa Senhora da Misericórdia, com 51 idosos e 22 colaboradores infetados com o novo coronavírus, anunciou hoje a instituição.

A Santa Casa da Misericórdia de Barcelos tem um surto ativo de covid-19 no Lar Nossa Senhora da Misericórdia, com 51 idosos e 22 colaboradores infetados com o novo coronavírus, anunciou hoje a instituição.

Em nota informativa publicada na sua página da internet, a Santa Casa acrescenta que a maioria dos doentes está assintomática, em confinamento nos quartos e sob acompanhamento de médico, equipa de enfermagem e auxiliares de geriatria.

Segundo a Misericórdia, entretanto está “em remissão” o surto no Lar da Misericórdia/Lar Rainha Dona Leonor, que afeta, presentemente, 12 utentes e três colaboradores.

“Encontrando-se todos assintomáticos, prevê-se, nos próximos dias, a retoma das visitas, bem como o regresso às rotinas do lar, adaptadas à pandemia”, sublinha.

Nas restantes unidades operacionais de pessoas idosas da Misericórdia de Barcelos, não há qualquer surto ativo.

Nas unidades de educação na infância e da Saúde, “não há qualquer situação de infeção”, acrescenta.

Desde o início da pandemia, já foram efetuados mais de 1.300 testes de rastreio aos cerca de 200 colaboradores da instituição que estão da na linha da frente, assim como mais de 1.200 testes a cerca de 250 pessoas idosas.

A instituição reforçou, em junho, as suas equipas nas estruturas residenciais para pessoas idosas, com mais 52 colaboradores, para responder às necessidades e resistir à pandemia.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.621.397 mortos resultantes de mais de 72,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 5.649 pessoas dos 350.938 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Deixa o teu comentário