Braga, sábado

Lar em Vila Nova de Cerveira regista quatro mortes devido à covid-19

Regional

18 Janeiro 2021

Lusa

Quatro dos 41 utentes do Lar Maria Luísa, da Misericórdia de Vila Nova de Cerveira, no distrito de Viana do Castelo, infetados com o vírus SARS-CoV-2 morreram nos últimos três dias, disse hoje à Lusa o provedor.

"Hoje morreu o quarto utente. No domingo morrem dois e no sábado registámos a primeira morte por covid-19, sendo que, do total de mortes, duas ocorreram na instituição e outras duas no hospital. Todos os utentes tinham mais de 80 anos", especificou Rui Cruz.
 

O responsável adiantou que, "dos 37 utentes infetados, um encontra-se hospitalizado, encontrando-se todos estáveis".
 

O lar Maria Luísa tem cerca de 70 utentes e 48 funcionários, dos quais nove infetados com o vírus SARS-CoV-2.
 

"Hoje voltámos a testar todos os utentes e funcionários da instituição", referiu Rui Cruz.
 

Os idosos que "não estão infetados estão isolados em alas existentes na instituição".
 

O primeiro surto que atingiu a instituição teve início no dia 12.
 

Na altura, à Lusa, o provedor explicou que "um utente sofreu uma queda e foi transportado ao hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, tendo sido testado no hospital e confirmada a infeção pelo vírus SARS-Cov-2, que provoca a covid-19".
 

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.031.048 mortos resultantes de mais de 94,9 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.
 

Em Portugal, morreram 9.028 pessoas dos 556.503 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.
 

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Deixa o teu comentário