Braga, quinta-feira

LE: Sporting de Braga e Benfica procuram consolidar posições de apuramento

Desporto

27 Outubro 2020

Redação

O Sporting de Braga e o Benfica procuram na quinta-feira dar sequência às convincentes estreias na fase de grupos da Liga Europa em futebol e colocarem-se desde já, à segunda jornada, na rota do apuramento.

Com um ‘hat-trick’ de um inspirado Darwin Núñez, os comandados de Jorge Jesus venceram por 4-2 no reduto do Lech Poznan, a mais ‘frágil’ equipa do Grupo D, e vão agora ‘medir forças’ na Luz com o Standard Liège, derrotado em casa pelo Rangers (0-2).
 

Por seu lado, o ‘onze’ de Carlos Carvalhal viaja ao reduto do Zorya Luhansk - derrotado por 3-0 no reduto do favorito Leicester -, depois um convincente 3-0 caseiro ao AEK Atenas, teoricamente o seu mais forte opositor na luta pelo segundo lugar do Grupo G.
 

Os ‘arsenalistas’ são a primeira equipa lusa a entrar em ação, em Zaporizhia, pelas 19:55 locais (17:55 em Lisboa), face a um adversário frente ao qual foram eliminados na terceira pré-eliminatória da edição 2018/19.
 

Nas últimas seis épocas (desde 2015/16), foi a única vez que o Sporting de Braga falhou a fase de grupos e nem sequer perdeu nenhum dos jogos com os ucranianos: depois de um positivo empate fora a um golo, seguiu-se uma igualdade caseira a dois.
 

Os bracarenses, então comandados por Abel Ferreira, estiveram a vencer por 1-0 e 2-1, com tentos de João Novais (65 minutos) e Ricardo Horta (73), que já havia faturado em Zaporizhia, mas Ratão (70) e Oleksandr Karavaev (82) eliminaram os portugueses.
 

Desta vez, a formação lusa chega por cima, depois de uma entrada muito positiva na prova, materializada com golos de Galeno, Paulinho e Ricardo Horta, e, entretanto, nova vitória, sempre moralizadora, no dérbi, em Guimarães (1-0), para a I Liga.
 

A equipa de Carlos Carvalhal já está no quarto lugar do campeonato luso, após ter arrancado com duas derrotas, enquanto o Zorya é apenas oitavo na Ucrânia, mesmo depois do 4-0 ao Rukh Vynnyky, penúltimo, que teve dois expulsos ainda com 0-0.
 

Em caso de triunfo, os ‘arsenalistas’ podem dar um passo de ‘gigante’ rumo aos 16 avos de final, sobretudo se, no outro jogo, o Leicester confirmar o ‘papel’ de favorito e vencer no reduto do AEK, de Hélder Lopes, André Simões e Nélson Oliveira.
 

Pelas 20:00, o Benfica cumpre o primeiro encontro em casa, com a grande novidade de poder contar com o apoio de alguns adeptos, não os cerca de 65.000 que cabem na Luz, mas os quase 4.900 permitidos pelo ministério da Saúde e Direção-Geral da Saúde.
 

Invicto em jogos da Liga Europa no seu estádio (19 vitórias e quatro empates) e na receção a belgas nas taças europeias (sete triunfos e duas igualdades), o Benfica é favorito na receção ao Standard Liège, do ex-benfiquista Mehdi Carcela-Gonzalez.
 

A formação ‘encarnada’ venceu os últimos seis jogos, depois do desaire a entrar no reduto do PAOK, que custou a Liga dos Campeões, e é líder destacado da I Liga, enquanto, na Bélgica, o Standard é quinto, embora a apenas dois pontos do primeiro.
 

O conjunto comandado pelo francês Philippe Montanier chega à Luz na pior série da época, com dois desaires consecutivos, o último no domingo, por 2-0, na visita ao St. Truiden, para a ronda 10 do campeonato belga, e três jogos sem vencer.
 

Caso o Benfica derrote os belgas, o cenário mais provável é que fique na frente ao lado do Rangers - claramente favorito na receção ao Lech Poznan -, já seis pontos à frente da concorrência.
 

Quanto aos outros agrupamentos, o Tottenham, de José Mourinho, vija a Antuérpia, a Roma, de Paulo Fonseca, recebe o CSKA Sófia, e o PAOK Salónica, de Abel Ferreira, joga em Granada. Destaque ainda para receção da Real Sociedad ao Nápoles.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho